Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Receita de homus: a pastinha de grão-de-bico que todos amam ❤

Uma das iguarias mais consumidas no Oriente Médio vem ganhando o mundo pelo seu sabor icônico

Essa receita é como uma ida aos países do oriente Médio, sem precisar sair de casa. Vamos te ensinar a fazer a icônico homus do jeitinho que tem sido feito há milênios.

Confira também um pouco mais das raízes históricas dessa iguaria à base de grão-de-bico.

Boa leitura e apetite!

Receita de homusAcervo CyberCook

Um dos registros culinários mais antigos

O nome oficial do prato é homus b’tahine , que literalmente significa grão-de-bico (homus) e óleo de gergelim (tahine), que é basicamente o prato em si, um patê de grão-de-bico com óleo de gergelim.

É bem difícil cravar uma data específica da origem do homus, o certo é que surgiu na região onde hoje é o Oriente Médio e é consumido há pelo menos 1800 anos pois tem relatos de um prato com grão-de-bico em registros do século VII.

A sua popularidade global veio só nos anos 1980 quando chegou com força nos Estados Unidos e Europa.

Para se ter uma ideia, cerca de 12 toneladas de homus são consumidas todo ano na Grã-Bretanha.

Receita de homus

Mesmo com séculos de existência, até hoje o homus permanece com sua base intacta e seu sabor memorável, por isso vale muito a pena fazer em casa.

Sem mais delongas, vamos ao passo a passo:

Ingredientes:

  • Grão-de-bico 300 gramas
  • Suco de limão a gosto
  • Alho 1 dente
  • Tahine 100 gramas
  • Azeite de oliva a gosto
  • Sal a gosto
Crédito: Tempura/istockHomus é uma pasta de grão-de-bico com tahine

Como fazer homus

  1. Coloque o grão-de-bico numa tigela e cubra com água.
  2. Deixe de molho por no mínimo 4 horas.
  3. Escorra a água do molho e transfira os grãos para uma panela grande.
  4. Cubra os grãos com 1 litro de água.
  5. Leve a panela ao fogo alto e deixe cozinhar por aproximadamente 50 minutos ou até ficar macio, mas tome cuidado para não deixar desmanchar.
  6. Quando o grão-de-bico estiver cozido, retire do fogo.
  7. Escorra a água, mas não toda.
  8. Uma parte dela será usada para bater os grãos.
  9. Retire as cascas dos grãos com as mãos e despreze-as.
  10. No processador de alimentos, bata o grão-de-bico descascado, o alho, o suco de limão e o tahine.
  11. Tempere com sal e pimenta-do-reino moída.
  12. Adicione a água do cozimento aos poucos e bata até obter uma pasta homogênea. O ponto deve ser o de um patê grosso.
  13. Retire o homus do processador, coloque num prato.
  14. Se quiser, acrescente azeite sobre a pasta ou decore com páprica picante.
  15. Sirva com pão sírio.

Mais receitas homus:

Homus Bi Tahine
Homus de beterraba
Pasta de grão-de-bico
Homus sem glúten

Platão, Sócrates e o sultão

Uma curiosidade interessante é que o homus sempre foi considerado uma iguaria das mais nobres, marcando presença em palácios.

Há historiadores que afirmam que a primeira citação de um prato parecido com a descrição de um homus, foi feita por Platão e Sócrates, em uma de suas deliberações ainda em 400 a.C, o que apesar de não confirmado é muito plausível, afinal, a leguminosa já era abundante na região do mediterrâneo.

Alguns mais puristas acreditam que a receita verdadeira do homus foi criada por um sultão que liderava os muçulmanos na última cruzada contra os cristões, e que a receita dele está guardada e protegida por seus descendentes, sendo esse patê de grão-de-bico que se popularizou, apenas uma imitação.

Independentemente de quem esteja certo nessa disputa pela autoria, o fato é que um bom homus pode ser feito na sua casa seguindo nossa receita simples.

CyberCook

Em parceria com CyberCook

O CyberCook é uma plataforma de culinária com mais de 90 mil receitas dedicadas a inspirar e facilitar a vida das pessoas.

Compartilhe:

Tags: #Receita

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário CyberCook

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

?>