Créditos: Reprodução/Instagram

Deborah Secco contou que já seduziu namorado da irmã

A atriz Deborah Secco fez uma revelação inusitada em uma entrevista para o canal de Julia Faria no YouTube. Ela contou que já se apaixonou pelo namorado da irmã quando adolescente e chegou a seduzi-lo.

"Eu tinha 14 anos, eu era apaixonada por um menino. Ele morava em um prédio em frente ao meu. Passava o dia inteiro no muro olhando ele na varanda. Ele se apaixonou pela minha irmã e ele foi o primeiro grande namorado da minha irmã", disse ela.

"E aí, eu ficava dentro de casa aterrorizando ele, seduzindo ele, mesmo ele namorando a minha irmã. Muito feio da minha parte, eu concordo", revelou. "Eu levei uma surra da minha mãe, única vez que ela me bateu na vida. Ela botou eu e Bárbara (irmã de Deborah) juntas e falou: 'Quando é de uma, nunca mais é da outra'", lembrou.

Deborah ainda contou que sentiu muito ciúmes do marido Hugo Moura quando estava grávida de Maria, a filha de dois anos. "Tive surtos de ciúmes. Ficava a madrugada inteira vendo o celular do Hugo e 'printando' o que achava estranho para ele me explicar no dia seguinte. Não sei como ele sobreviveu", contou.

"Fiquei louca, louca. Ainda bem que ele não foi embora. Depois que a Maria nasceu, tudo ganhou um peso maior. O que une a gente é muito maior", revelou. "O que une a gente é muito maior. Hoje, se alguma coisa der errado e ele não quiser mais, nosso casamento acabar, a gente também não vai poder se desvincular mais pois temos uma filha. Melhor não arrumar problema."

A atriz ainda falou sobre traições e já ter se relacionado com homens comprometidos. "Já aceitei muitas. Depois, com o tempo, fui aceitando cada vez mais. Para mim, traição é sempre uma questão delicada. Quantas vezes eu não traí? E aí, quando você também faz errado, você não pode cobrar", admitiu.

Sobre os homens comprometidos, ela disse que costumava acreditar no que eles diziam e exercitou a sororidade ao dizer que não existem "piranhas" e sim mulheres que são enganadas pelos homens. "Confesso que homens com mulheres, já me envolvi muito e me arrependo muito. Homens casados, com namoradas, mas nunca conhecia as mulheres", explicou.

"Eu conhecia os caras, eles sempre vinham com aquela conversa que homens sempre vem, que vão separar, que não estão felizes. Eu acreditava", disse. "E como nunca tinha tido uma família ou um relacionamento sério, acho que não sabia o peso que era interferir na vida de uma família. Me arrependo muito."

"Eu não acho que as mulheres são piranhas, não", continuou a atriz. "Eu nunca fui. Eu sempre acreditei nas mentiras que os homens me contavam. Nenhum deles chegou para mim e me falou: 'Você é minha amante e só quero te comer, não estou a fim de você e quero ficar com minha mulher'. Nenhum deles me falou isso. Todos falaram: 'Não, eu não gosto mais da minha mulher, a relação está muito difícil'. Mulheres, não acreditem", aconselhou.

Confira a entrevista na íntegra:

Deborah Secco, sobre expor filha: 'Não tenho o dinheiro da Sandy'