Últimas notícias:

Loading...

Anvisa proíbe outros chocolates importados da marca Kinder

Veja como identificar os lotes que não devem se consumidos

Por: Redação

A Anvisa ampliou a lista de chocolates da marca Kinder proibidos no Brasil. A restrição agora se aplica também a todos os produtos da linha Choco-Bons com fabricação na Bélgica e importados ao país. Esse chocolate é fabricado nos sabores cacau e branco e está disponível em embalagens de 46g, 125g, 200g e 300g.

A decisão veio após a fabricante Ferrero identificar que os chocolates, que fazem parte dos lotes que estão sendo recolhidos na Europa por suspeita de Salmonella, estão sendo vendidos no Brasil.

kinder
Crédito: Reprodução/AnvisaAnvisa proíbe mais produtos importados da marca Kinder

Segundo a empresa, a importação teria sido feita por terceiros, sem vínculo com a Ferrero. A própria empresa informou que já iniciou o recolhimento dos lotes do produto de maneira voluntária, segundo informou a Anvisa.

“Já estão sendo tomadas todas as medidas para que o produto não seja encontrado nas lojas, mas é sempre importante que o consumidor saiba identificá-lo por meio da leitura das informações presentes na rotulagem”, diz a nota da Anvisa.

O que o consumidor deve verificar?

A Anvisa recomenda que o consumidor verifique no verso do produto se ele foi fabricado na Bélgica. Em caso positivo, a orientação é não consumir e entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor da empresa Ferrero (telefone 0800 701 6595 e e-mail [email protected]) para que ela possa providenciar o recolhimento.

Suspeita de salmonella

Os produtos da marca de fabricação na Bélgica foram alvo de alerta internacional sobre um surto de Salmonella typhimurium.

A Autoridade Europeia de Segurança dos Alimentos (EFSA) e o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) anunciaram  que foram detectados em nove países da Europa 150 prováveis casos de salmonella ligados ao chocolate Kinder na unidade de produção belga, que já foi fechada.

Segundo as agências, as infeções ocorreram principalmente em crianças com menos de dez anos, na Espanha, França, Alemanha, Bélgica, Irlanda, Luxemburgo, Noruega, Países Baixos e Suécia.

Contaminação por salmonella

A salmonella é uma bactéria da família das Enterobacteriaceae que  causa intoxicação alimentar e, em casos raros, pode provocar graves infecções e até mesmo a morte.

Os alimentos contaminados são muitas vezes de origem animal. Eles incluem carne bovina, aves, frutos do mar, leite ou ovos. No entanto, todos os alimentos, incluindo algumas frutas e vegetais não lavados, podem ser contaminados.

salmonela
Crédito: Wildpixel/istockSalmonella pode provocar diarreia, cólicas estomacais e febre

Cada pessoa pode apresentar sintomas da infecção por salmonella de forma diferente. Eles podem incluir diarreia, cólicas estomacais, dor de cabeça, náusea e febre e podem começar de 12 a 72 horas após a infecção.

Como muitas doenças diferentes têm sintomas semelhantes aos da salmonella, o diagnóstico depende de exames de laboratório que identificam a salmonella nas fezes.

Para a maioria das pessoas, a infecção desaparece sozinha em uma semana, mas às vezes a condição pode se agravar.

Compartilhe: