As causas da barriga hormonal e como tratar cada uma

Inúmeras condições podem estar por trás do inchaço abdominal; conheça algumas

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Nem sempre uma barriga inchada significa acúmulo de gordura. Em muitas mulheres, principalmente, o desequilíbrio de hormônios pode provocar o aparecimento da chamada barriga hormonal.

Durante o período menstrual, por exemplo, é bem comum que ocorra uma retenção de líquidos. Isso pode causar inchaço, especialmente na barriga, e ganho de peso temporário.

Porém, existem outras condições que também podem desequilibrar os hormônios e exigir tratamento médico. Abaixo, você confere algumas:

Hormônios da tireoide

A glândula da tireoide, localizada na garganta, tem um função bem importante. É dela a responsabilidade de liberar hormônios que ajudam a controlar o metabolismo, que é a forma como o corpo usa a energia. Como resultado, esses hormônios afetam cada órgão do corpo.

O hipotireoidismo ou tireoide hipoativa é uma condição que ocorre quando a glândula da tireoide não produz hormônios tireoidianos suficientes. Quando isso acontece, muitas das funções do corpo ficam lentas. Um dos resultados disso é o ganho de peso, que geralmente fica mais evidente ao redor do abdômen.

Ao contrário do que muitos podem acreditar, não trata-se de gordura, de acordo com American Thyroid Association, mas sim de acúmulo de água e sal.

barriga hormonal
Crédito: Energyy/istockBarriga hormonal pode ser causada por série de condições

Para tratar este caso de mal funcionamento da glândula da tireoide, o médico pode prescrever medicamentos que imitam os hormônios tireoidianos naturais.

Síndrome dos ovários policísticos

A síndrome do ovário policístico é ​​bem comum, afeta aproximadamente 1 em cada 10 mulheres em idade reprodutiva. Essa condição faz com que as mulheres tenham níveis mais elevados de andrógenos, ou hormônios masculinos, e níveis mais elevados de insulina, que é um hormônio que afeta a forma como o corpo transforma o alimento em energia.

Como resultado, as pessoas podem ganhar peso, principalmente ao redor do abdômen. Veja aqui outras consequências da síndrome dos ovários policísticos.

Para tratar essa condição, em geral, são usados métodos anticoncepcionais hormonais.

Mudanças na dieta, especialmente a eliminação de alimentos que causam picos de açúcar no sangue, também podem ajudar.

Presença de cortisol

O cortisol é o conhecido hormônio do estresse, ele é liberado em momentos de nervosismo, em situações de fuga e perigo.

Quando uma pessoa se sente ansiosa ou estressada, o corpo geralmente entra em modo “cortisol ativado”. É quando as glândulas adrenais produzem o hormônio em excesso. Isso faz com que o corpo armazene mais gordura, que frequentemente fica mais concentrada na região da barriga.

Mas esse não é nem de longe o problema mais sério com relação ao excesso de cortisol no corpo.  Quando a carga é alta por um período prolongado de tempo, a pessoa pode sofrer com doenças cardíacas, pressão e colesterol altos.

Uma das formas de baixar os níveis de cortisol é gerenciar as situações que geram estresse e ansiedade. Além de dedicar tempo a momentos de lazer, fazer exercícios físicos e psicoterapia também pode ajudar. Em casos mais graves, poderá ser necessário o uso de medicação.

Compartilhe: