CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Atriz de Glee, Dot Jones passa por cirurgia de emergência após infarto

Artista sentiu forte queimação no peito e foi levada ao hospital com urgência; fique atento aos sinais de infarto

Por: Redação

Dot Jones, que interpretou Shannon Beiste no seriado ‘Glee’, ficou entre a vida e a morte ao sofrer um infarto. A atriz sentiu uma forte queimação no peito e precisou ser socorrida. No hospital, a famosa precisou passar por uma cirurgia cardíaca de emergência.

Dot Jones
Crédito: Reprodução/InstagramDot Jonessentiu uma forte queimação e foi levada ao hospital às pressas

Segundo o site TMZ, Jones estava acompanhada da esposa, Bridget, quando os médicos avisaram que as condições eram mais sérias do que pareciam.

No procedimento, os médicos decidiram pela aplicação de um stent, pequena prótese colocada dentro de uma artéria para não haver obstrução de vasos sanguíneos.

Agora, Dot Jones passa bem e já está em casa.

Infarto pode ocorrer em qualquer idade; entenda os motivos

O infarto é causado pela obstrução de alguma artéria do coração. Em ambas as doenças, coágulos podem contribuir para a interrupção do fluxo sanguíneo e funcionamento normal dos órgãos mas, no infarto, o maior causador das obstruções é o acúmulo de placas de gordura nas paredes das artérias.

É muito  importante estar alerta para a incidência das principais doenças que causam morte no Brasil e no mundo. Dentre elas, destacam-se o infarto do miocárdio (IAM) e o acidente vascular cerebral (AVC), que juntas, matam cerca de 110 mil pessoas por ano no País. Apesar de serem mais frequentes com o avançar da idade, podem afetar qualquer pessoa e em qualquer lugar.

De acordo com a Dra. Sheila Martins, Presidente da Rede Brasil AVC, o Infarto e o AVC acontecem em jovens por um conjunto de fatores, como hábitos de vida nocivos, histórico familiar e doenças crônicas. “O tabagismo, sedentarismo, má alimentação, ansiedade e estresse são alguns dos elementos que aumentam a suscetibilidade. A hipercolesterolemia – colesterol ruim elevado – e doenças crônicas, como o diabetes tipo 2 e hipertensão arterial, tornam o risco ainda maior”. Saiba mais no link.

Compartilhe:

1
O que a ciência e o Ministério da Saúde pensam sobre o coronavírus
Este Giro Catraca Livre vai ser um pouquinho diferente. Ao invés da gente mergulhar num tema e tentar traduzir ele …
2
Estádios e centros de eventos viram hospitais temporários pelo país
Para aumentar a oferta de atendimento médico para os pacientes da covid-19, hospitais de campanha estão sendo construídos em estádios …
3
Coronavírus: bancos de sangue de SP estão baixos e pedem doações
Desde o Carnaval os estoques de sangue de São Paulo operam em sinal de alerta e a situação ficou ainda …
4
Coronavírus: informações importantes para você não entrar em pânico
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou situação de pandemia de Covid-19, o novo coronavírus. O termo pode assustar, mas …
5
OMS declara pandemia de coronavírus
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou situação de pandemia de Covid-19, o novo coronavírus. Mais de 109 países foram …
6
Aprenda a lavar as mãos corretamente para se proteger do coronavírus
A epidemia do coronavírus põe o mundo em alerta. Para se proteger contra o vírus, entretanto, basta um método básico …
7
Coronavírus: Brasil está pronto para lidar com a doença, diz ministro
O Ministério da Saúde confirmou na quarta-feira, 27, o primeiro caso do novo coronavírus no Brasil. O paciente é um …
8
Coronavírus: doença pode se tornar uma epidemia no Brasil?
Desde os primeiros rumores do surto de coronavírus na cidade de Wuhan, na China, em dezembro, uma enxurrada de informações …