Boatos.org: Dipirona da Venezuela está com vírus

Mensagem que circula no WhatsApp alerta que tomar o medicamento pode ser mortal

Por: Redação | Comunicar erro

Está circulando no aplicativo de mensagens WhatsApp um áudio que afirma que o medicamento
Dipirona está sendo importado da Venezuela para o Brasil com o vírus Marburg, causador de febre hemorrágica. A informação, no entanto, não passa de uma fake news, de acordo com checagem feita pelo Boatos.org, parceiro da Catraca Livre.

O áudio circula junto com uma foto do medicamento e diz tratar-se de uma informação urgente.

embalagem do dipimed, remédio à base da dipirona
Crédito: reprodução/WhatsAppAlerta sobre medicamento à base de Dipirona é fake news

“Cuidado, não tome o novo Dipirona, que bem escrito S/500. É um novo Dipirona importado da Venezuela, muito branco e brilhante. Os médicos provam que contêm vírus marbug, considerado um dos vírus mais perigosos do mundo e com alta taxa de mortalidade. Alerte sua família e seus amigos”, afirma o texto.

Como é bem característico desse tipo de corrente, o alerta é acompanhado de um apelo para que os usuários do WhatsApp repassem a mensagem a familiares e amigos. “Por favor partilhe essa mensagem, para todas as pessoas e familiares e salve a vida das mesmas. Eu fiz a minha parte e agora é a sua vez. Lembre-se que Deus ajuda quem se ajuda. Fiquem atentos, irmãos”.

O alerta, segundo o site Boatos.org, é uma versão de um boato mais antigo. Confira a notícia completa neste link e entenda essa história.

Compartilhe: