Últimas notícias:

Loading...

Chinesa de 103 anos é a pessoa mais velha a se curar do coronavírus

Zhang Guangfen ficou em tratamento por seis dias em um hospital de Wuhan, epicentro da doença

Por: Redação

Uma chinesa de 103 anos se tornou a pessoa mais velha a se curar do novo coronavírus (Covid-19) no mundo. Zhang Guangfen ficou em tratamento por seis dias em um hospital de Wuhan, epicentro da doença, e foi liberada para voltar para casa.

De acordo com o Daily Mail, Zhang foi internada no dia 1º de março e sua rápida recuperação deve-se ao fato de seu bom estado de saúde. O médico que a atendeu, Zeng Yulan, relatou apenas uma pequena bronquite, mas que não interferiu no tratamento contra a Covid-19.

Antes dela, os mais velhos a se recuperarem da doença haviam sido uma mulher de 98 anos, na semana passada, e um homem de 101 anos, há poucos dias, também moradores de Wuhan.

Nesta quinta-feira, 12, a Comissão Nacional de Saúde da China declarou o fim de pico do surto de novo coronavírus no país. Nas últimas 24 horas, foram registrados apenas 15 novos casos da doença.
A província de Hubei registrou pela primeira vez menos de 10 novos casos diários.

Ao todo, o novo coronavírus já matou 3.173 pessoas na China, o país que mais foi afetado pela doença, de um total de 4 mil vítimas em todo o mundo.

Estados Unidos

Nesta quarta-feira, 11, o presidente Donald Trump anunciou a suspensão de todas as viagens da Europa para os Estados Unidos durante 30 dias como forma de “proteger os americanos” do novo coronavírus.

Crédito: Powerofflowers;iStockO governo americano considerou que as medidas vão reduzir a ameaça que o coronavírus representa ao país de “forma significativa”

A medida passará a valer a partir de sexta-feira, 13, à meia-noite, mas não terá validade para o Reino Unido, que continuará tendo voos para os Estados Unidos. A restrição se aplica somente a estrangeiros que, nos últimos 14 dias, estiveram em algum dos 26 países da chamada Área Schengen.

Casos no Brasil aumentam

No Brasil, o número de casos confirmados do novo coronavírus subiu de 34 para 69. O último balanço divulgado na tarde desta quarta-feira, 11, pelo Ministério da Saúde, fala em 52, mas posterior a isso, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia confirmou um novo caso e o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, divulgou a confirmação de 16 novos casos.

pessoas no aeroporto de máscaras
Crédito: Fernando Frazão/Agência BrasilFuncionários do aeroporto Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, usam máscaras para se protegerem do coronavírus

São Paulo é o estado com o maior número de casos, são 46 pacientes no total. Os outros casos estão localizados no Rio de Janeiro (13), Bahia (2), Rio Grande do Sul (2), Minas Gerais (1), Espírito Santo (1), Alagoas (1) e Distrito Federal (2).

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, no último boletim, há 907 casos suspeitos, que estão sendo monitorados. Até agora, 935 já foram descartados.

Ao todo, 118 mil pessoas já contraíram o coronavírus ao redor do mundo, e mais de 4.300 mortes foram registradas — a maioria na China e na Itália, os dois principais epicentros da Covid-19 no mundo.

Sintomas do novo coronavírus

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado, com febre, tosse e dificuldade para respirar. O Covid-19 pode, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Prevenção

Os cuidados para reduzir o risco de contrair o coronavírus são básicos e incluem lavar as mãos frequentemente com água e sabão, usar desinfetante à base de álcool e evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

Veja outras dicas:

  • -Ao tossir ou espirrar é recomendado cobrir a boca e nariz;
  • -Não tocar mucosas de olhos, nariz e boca de outra pessoa;
  • -Usar lenço descartável para higiene nasal;
  • -Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • -Manter o ambiente ventilado;
  • -Ao viajar para locais com circulação do vírus tomar cuidado para não entrar em contato com pessoas doentes e animais vivos ou mortos.

ilustração ensinando o jeito de lavar as mãos

Compartilhe:

Tags: #Mundo #Saúde