Compulsão alimentar e fome emocional: entenda a relação

Entenda como o emocional pode influenciar no seu peso e o que é compulsão alimentar

Por: Redação | Comunicar erro

O que está por trás da forma como nos alimentamos? Existem predisposições genéticas que não podem ser ignoradas, como distúrbios hormonais e outras doenças que nos levam a ganhar ou perder peso de forma considerável. Mas, ao lado das evidências fisiológicas, também é importante lembrarmos que as nossas emoções podem reger o funcionamento do nosso organismo e comportamento alimentar.

ENTENDA A RELAÇÃO ENTRE COMPULSÃO ALIMENTAR E FOME EMOCIONAL
A maneira com que lidamos com a comida pode estar ligada a emoções reprimidas. Foto: BigStock

Obesidade sob a ótica da metafísica da saúde

A gordura funciona como um tipo de proteção, sendo a camada que envolve o corpo e “amortece” simbolicamente as emoções externas. Qualquer trauma instalado no subconsciente ou mesmo um evento recente com o qual não soube lidar direito pode fazer com que, inconscientemente, a pessoa tenha que providenciar um “campo de força” para impedir ou bloquear as dores que a vida impõe.

Outro motivo que leva ao ganho de peso, pode estar relacionado a uma profunda sensação de vazio da alma. Solidão, carência, sentir-se pouco importante ou insignificante, leva à busca pelo alimento físico, já que o alimento emocional “está em falta”.

Entenda que comer é prazeroso e é também um subterfúgio que ameniza as frustrações. Mastigar, por exemplo, pode ser uma forma de aliviar as tensões e atenuar o desconforto por não conseguir lidar com a realidade incômodo.

O que é compulsão alimentar?

Toda compulsão é fruto de um grande desconforto emocional e psicológico. Sentir-se descontroladamente compelido a apelar para determinado tipo de comportamento, é uma forma de nublar as dores da vida e não entrar em contato com as agressões que tocaram nossas emoções. É o caminho mais destrutivo que se escolhe, de forma inconsciente, para fugir do necessário encontro consigo mesmo.

O primeiro passo é reconhecer qual é o “objeto de consumo”, sejam drogas (álcool e todas as outras), jogos, sexo, compras, celular, redes sociais ou a comida. O compulsivo acorda e dorme esperando pelo momento de satisfazer o que já se tornou um vício.

Continue lendo para entender como a fome emocional é desenvolvida e os tipos de compulsão alimentar

Texto produzido por Celia Lima e publicado no Personare.

Compartilhe:

1 / 8
1
02:40
Partículas de queimadas são encontradas em água de chuva em SP
O fenômeno que atingiu São Paulo na última segunda-feira, 19, e transformou o dia em noite em diversas regiões do …
2
03:36
Nem os eleitores de Bolsonaro concordam com a indicação de Eduardo
Em meio às polêmicas que dão o tom nos primeiros oito meses do governo Bolsonaro, uma pesquisa recente mostra que …
3
02:07
Catraca Livre e MBL promovem debate sobre a política nacional
Para fortalecer a construção de um debate democrático, a Catraca Livre vai promover, nesta sexta-feira, dia 23, às 12h30, um …
4
05:46
Os melhores tipos de música que ajudam na gravidez
A partir do sexto mês de gestação, a criança já tem audição definida. Quais são os estímulos e efeitos que as …
5
03:26
Frota reconhece uso de ‘fake news’ na eleição de Bolsonaro
Na última edição do Roda Viva, da TV Cultura, o deputado federal Alexandre Frota (PSL) revelou que sabia sobre o …
6
04:24
Jatinhos: Bolsonaro ataca Huck, mas não fala nada de Hang
Após receber críticas de Luciano Hulk, o presidente Jair Bolsonaro resolveu mostrar o financiamento que o apresentador  recebeu do BNDES …
7
04:15
Bolsonaro recuará na indicação de Eduardo para embaixada ?
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) admite, pela primeira vez, a possibilidade de não indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, …
8
02:29
Sequestro na Ponte Rio-Niterói termina após mais de três horas
Um homem armado entrou em um ônibus e manteve 37 reféns no início desta terça-feira, 20, na Ponte Rio-Niterói, via …