Cuidado com a falsa promessa dos suplementos alimentares

Suplementos não substituem comida; ao contrário, apenas criam a falsa sensação de saúde

Por: Redação Comunicar erro
copo com suplemento ao lado
Crédito: iprogressman/istockAté que ponto são necessários tantos shakes, pó e vitaminas para ser mais saudável?

São cada vez mais comuns anúncios e propagandas de suplementos alimentares. Vendidos com a promessa de melhorar a saúde, suplementos de todos os tipos – de óleos a cápsulas, de vitaminas a shakes – reforçam o mito de que para ser saudável basta querer, tornando a suplementação indispensável para uma boa nutrição.

Parece que o consumo de um óleo é suficiente para se ter mais disposição; de uma vitamina, para se viver mais; e de um pó, para se ter músculos mais rijos. No entanto, a realidade é muito mais complexa.

A alimentação é composta de aspectos psicológicos, emocionais, culturais, familiares, ambientais e, é claro, nutricionais. Todos aspectos são importantes. É preocupante enxergar a alimentação de modo estritamente funcional e instrumental. Ainda que cada nutriente desempenhe seu papel, a comida tem outras funções. Ela nos conecta com nossa cultura, com nossa comunidade e com nosso corpo.

Comer de maneira verdadeiramente saudável significa comer bem e com permissão incondicional. Em outras palavras, comer de tudo e de forma prazerosa, respeitando sinais internos de fome e saciedade.

prato com arroz e feijão
Crédito: Juanmonino/istockNada substitui o prazer de comer comida de verdade

Não existem cápsulas ou óleos capazes de substituir o prazer de comer um prato com arroz soltinho e feijão fresquinho. Ali, estarão muito mais do que nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo.

Suplementações devem ser indicadas somente por profissionais capacitados. Sem a análise meticulosa de um especialista, deve-se priorizar o simples no ato de comer, resgatando uma relação natural com os alimentos.

Comer comida de verdade não apenas nutre células, mas também alimenta o corpo e a alma, o que é tão importante quanto.

Texto escrito pela nutricionista Marcela Kotait. 

Compartilhe:

1 / 8
1
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores. Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
2
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …
3
04:15
Quais são os sintomas que indicam diabetes?
Você sente uma fome excessiva, mas não consegue identificar o por quê? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e …
4
04:43
Quais são os sintomas da Esquizofrenia?
A esquizofrenia é um dos tipos da psicose, que é um sintoma que descreve condições que afetam a mente. Hoje, o …
5
03:10
Como os fatores sociais impactam a expectativa de vida
Saneamento básico e desemprego são alguns dos fatores que podem impactar diretamente com a nossa longevidade. Hoje, a Dra. Aline de …
6
01:28
Psicose: saiba como identificar
Pensamentos vagos e incoerentes? Como identificar um surto psicótico? Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, fala sobre os sintomas da …
7
02:11
Saiba como identificar os sintomas da diverticulite
A diverticulite tem se tornado uma doença comum, principalmente para pessoas acima dos 60 anos. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
8
03:59
Quais sintomas o álcool pode trazer?
O álcool é usado mundialmente, desde a antiguidade. Mas como saber se o seu uso, está nos afetando? Hoje, o Dr. …