Últimas notícias:
Loading...

Entenda a síndrome que fez homem comer mais de 60 objetos estranhos

Entre os objetos havia fones de ouvido, medalhões, parafusos e outros itens metálicos

Após queixar-se de dor estomacal, vômitos e febre, um homem de 40 anos procurou um hospital na Índia. Ao fazerem um exame de raio-x, os médicos descobriram muitos objetos em seu estômago, incluindo fones de ouvido, parafusos, porcas, arruelas, fechadura e chaves.

Ele precisou passar por cirurgia ara remover os objetos, que durou três horas. Seu quadro de saúde ainda inspira cuidados.

Os médicos diagnosticaram o indiano com síndrome de pica, um problema de saúde mental em que o paciente engole compulsivamente itens não alimentares, como terra, giz, cabelo, papel, gelo, pedra, plástico, entre outros. Essa condição é mais comum em crianças, mas também pode ocorrer em adultos.

Objetos retirados do estômago do homem
Créditos: reprodução/Twitter
Objetos retirados do estômago do homem

O que causa a pica?

A pica pode ser um sintoma de um problema médico subjacente, como deficiências nutricionais, transtornos psiquiátricos, como o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) ou o transtorno do espectro autista (TEA), ou outras condições de saúde mental. Também pode ocorrer durante a gravidez, conhecida como “pica gestacional”.

A causa exata da pica não é completamente compreendida, mas pode estar relacionada a fatores psicológicos, culturais e ambientais. É importante tratar a pica, pois a ingestão de substâncias não alimentares pode levar a complicações de saúde, como envenenamento, obstrução intestinal e deficiências nutricionais.

Os sinais e sintomas de pica incluem

  • Anemia (deficiência de ferro)
  • Ascaridíase (infecção por lombrigas)
  • Constipação
  • Desequilíbrio eletrolítico
  • Arritmias ou ritmos cardíacos anormais
  • Envenenamento por chumbo
  • Obstrução/bloqueio do intestino delgado e do intestino grosso

Qual é o prognóstico?

Existem poucos estudos sobre as complicações da pica. As complicações cirúrgicas mais importantes são as abdominais. 75% dos pacientes com pica necessitam de cirurgia, 30% sofrem complicações e até 11% morrem como resultado de pica ou outras complicações pós-operatórias. A mais comum é a obstrução intestinal, por substâncias indigeríveis que ficam isoladas nas cavidades digestivas.