Exercícios de impacto podem aumentar chance de incontinência urinária

Exercícios como pular ou pegar peso podem enfraquecer a musculatura pélvica, o que acaba gerando o problema

Por: Redação

A incontinência urinária é um problema que afeta 10 milhões de pessoas no Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia. E são as mulheres e idosos que mais sofrem desse problema. De acordo com a entidade, 35% da população feminina pós-menopausa têm incontinência de esforço. E o que nem todos sabem é que as atividades de alto impacto podem agravar ainda mais o quadro.

Para a médica Aline Vieira, da Clínica VR, além da idade, outras intercorrências que enfraquecem a musculatura local resultam no problema. “Atletas de crossfit e halterofilismo, para citar dois exemplos, devem ficar atentos. O simples fato de pular ou levantar peso pode intensificar o distúrbio”, afirma.

mulher na academia se exercitando
Crédito: Dylan nolte/UnplashExercícios de impacto enfraquecem a musculatura pélvica

Isso acontece porque o exercício de impacto faz aumentar a pressão intra-abdominal e o peso no assoalho pélvico. Quando uma pessoa pula com frequência durante exercícios, ela acaba sofrendo um enfraquecimento da musculatura pélvica, conforme explica a médica. “A força gravitacional de impacto pode exercer um peso na musculatura local e não sustentar tão bem os órgãos internos, resultando na incontinência urinária”, diz.

Como tratar a doença e fortalecer a musculatura pélvica

Quando uma pessoa já tem incontinência urinária instalada, é preciso consultar um médico para classificá-la como de esforço, de urgência ou mista.

A primeira é quando a urina é perdida ao aumentar a pressão intra-abdominal. Por exemplo, ao tossir, espirrar, pular ou levantar peso.

ilustração da bexiga no corpo de uma mulher
Crédito: Milena Shehovtsova/istockO ideal é procurar um especialista no primeiro sintoma de incontinência que observar

A de urgência é quando a bexiga não consegue segurar a urina e a vontade de urinar é constante. A mista, como o nome diz, é quando a pessoa sofre com as duas causas.

Diagnosticada a incontinência, a classificação e o grau (se é leve, moderada ou grave), o médico indicará o tratamento mais adequado. “Quando leve ou moderada, recomendamos fisioterapia e o auxílio da cadeira Emsella para fortalecer a musculatura do assoalho pélvico”, afirma a médica.

Quando procurar a ajuda de um especialista

Ao observar os primeiros sinais de perda de urina é importante procurar um médico. Atletas devem buscar um especialista o quanto antes para receberem orientações de como prevenir a evolução da doença, principalmente se desejam continuar a praticar atividades físicas.

Na fase inicial, existem mais opções de tratamento para fortalecer a musculatura, prevenindo e tratando da melhor forma a incontinência urinária.


Imagem Carnaval Sem Assedio
1
Coronavírus: doença pode se tornar uma epidemia no Brasil?
Desde os primeiros rumores do surto de coronavírus na cidade de Wuhan, na China, em dezembro, uma enxurrada de informações …
2
Brasil registra primeira suspeita de coronavírus
Em nota, a Secretária de Saúde do Estado de Minas Gerais confirmou a primeira suspeita de coronavírus, doença misteriosa que …
3
Doença desconhecida preocupa médicos e autoridades na China
Uma pneumonia viral e com causas desconhecidas tem despertado a atenção de médicos, especialistas e autoridades na cidade Wuhan, região …
4
Fone de ouvido: o que ele pode causar na sua audição
Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), quase 50% da população entre 12 e 35 anos corre o risco …
5
Câncer de próstata: saiba o que é e como se prevenir da doença
O câncer de próstata é o segundo tipo de tumor mais comum entre os brasileiros. De acordo com informações do …
6
03:38
Cuidados e prevenções para a saúde das mulheres
Dores menstruais parecem típicas, mas podem ser um sinal de endometriose.Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, …
7
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores.Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
8
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo?Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …