Famosas optam por congelar óvulos e adiar gravidez

Procedimento, no entanto, é caro e não garante que a mulher vá engravidar

Por: Redação | Comunicar erro

As atrizes Claudia Raia, 52 anos, (“Verão 90”, Globo) e Camila Rodrigues, 35 anos, (“Topíssima”, Record) decidiram congelar os óvulos e, assim, poder adiar a possibilidade de serem mães (pela terceira vez, no caso de Claudia, e pela primeira, no de Camila). Monique Alfradique, Mariana Weickert, Ellen Roche, Renata Dominguez e Sabrina Parlatore também optaram pelo congelamento, informa o F5.

Crédito: Reprodução/InstagramA atriz Camila Rodrigues durante cena de “Topíssima”

A decisão delas veio com a informação de que, a partir dos 35 anos, tanto a qualidade quanto a quantidade dos óvulos produzidos pela mulher começam a cair, e isso pode trazer problemas numa possível gravidez após essa faixa etária. Por outro lado, como as mulheres têm adiado a maternidade, nem sempre é possível saciar o desejo de serem mães até esta idade.

Ginecologista esclarece 9 dúvidas comuns sobre fertilidade

Em entrevista ao F5, Nilka Donadio, presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana, afirmou que a procura pelo congelamento de óvulos cresceu e, do total de ciclos realizados para fertilização in vitro no Brasil, uma média de 12% são para congelamento.

O custo no entanto, é alto: de R$ 15 mil a R$ 18 mil. E o simples fato de congelar os óvulos não é uma garantia de que a mulher vá conseguir engravidar no futuro. É preciso congelar vários óvulos, no mínimo 15, para que o procedimento se realize. E, quanto mais velha for a mulher, mais óvulos serão necessários _ e menos ela produzirá. Os melhores resultados são com óvulos de até 35 anos. A partir daí, os resultados vão se tornando menos favoráveis.

Crédito: Reprodução/InstagramA atriz Claudia Raia e os filhos Enzo e Sophia

Ao F5 Camila contou que, quando se decidiu pelo congelamento, descobriu ter menos óvulos do que o padrão para sua idade (na época, 34 anos). A primeira tentativa não deu certo. Na segundo, conseguiu congelar cinco. “Não é um número elevado, mas fiquei super feliz e agradeci demais”, conta.

No caso de Claudia Raia, que já tem dois filhos e pensa em ter um terceiro, mesmo após os 50 anos, o congelamento também é uma opção viável: não há prazo para que o óvulo seja usado. Eles podem ser implantados mesmo em mulheres que já estejam na menopausa.

Confira a reportagem na íntegra.

Compartilhe:

1 / 8
1
03:29
O que os pais podem fazer para ajudar seus filhos
Qual a responsabilidade que os pais têm em relação a ansiedade que seus filhos sofrem? A Dra. Ana Escobar, pediatra e …
2
01:33
Secreção vaginal: quais são os tipos e o que eles indicam
Ter secreção vaginal é normal? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala sobre quais os tipos de secreção vaginal e …
3
02:27
Escolhas que trazem longevidade
Se você pudesse escolher viver até os 100 anos, o que você faria? O Dr. João Paulo Nogueira, médico e fundador …
4
02:11
É importante tomar a vacina da hepatite?
O que é hepatite? e qual a importância em se vacinar contra esta doença? O Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador …
5
02:10
Como cuidar da saúde dos olhos
A saúde dos olhos depende de algum fator específico? A história de que comer cenoura faz bem para a visão, …
6
02:15
Os 3 níveis de estresse infantil
Quais são os níveis de estresses que uma criança pode ter? Como eles são classificados? A Dra. Ana Escobar, pediatra e …
7
06:25
O que você precisa saber sobre o HPV?
Quais os sinais que indicam o HPV? E como se prevenir deste vírus? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala …
8
03:04
O que fazer para ter uma boa velhice?
Quais hábitos podemos ter para chegarmos bem a terceira idade? O Dr. João Nogueira, médico e fundador do Horas da Vida, …