‘Idade das trevas’: diz especialista sobre a volta do sarampo

Falta de vacinação causou a volta da doença após dois anos de erradicação

Por: Redação | Comunicar erro
sarampo
Crédito: iStock/South_agencySarampo volta a ser uma ameça aos brasileiros

“É como mergulhar na idade das trevas, jogar fora anos de trabalho. É inadmissível que tenhamos chegado a esse ponto. Só ficamos sabendo porque a doença voltou. E só voltou porque o vírus encontrou gente não vacinada em seu caminho”, afirmou a virologista da UFRJ e assessora do Comitê de Organização Mundial de Saúde (OMS) para a pesquisa com o vírus da varíola, Clarissa Damaso, em entrevista exclusiva a’O Globo.

Até o momento, quase 500 casos foram confirmados no país, após dois anos de erradicação. Segundo a especialista, a volta do sarampo ao Brasil é inadmissível e tanto o governo quanto a sociedade seriam responsáveis pelo problema. Clarissa, que ficou com paralisia por falta da vacina contra poliomielite, afirma que todas as vacinas devem ser valorizadas todos os dias!

O vírus retornou ao Brasil por meio de imigrantes venezuelanos contaminados, que desembarcaram no estado de Roraima. De acordo com a especialista, se as pessoas estivessem vacinadas no Brasil, o vírus não teria como circular e contaminar mais pessoas, causando assim o risco de uma nova epidemia da doença.

Ela ainda explicou que, por parte do governo, o Programa Nacional de Imunização (PNI) do Brasil, apesar de ser exemplo para o resto do mundo, precisa manter vigia das coberturas, alertar quando baixam, fazer mais campanhas e, quando necessário, mudar estratégias.

Já o papel da população, ela explicou, é entender que as doenças contagiosas que foram controladas por vacinação podem voltar às novas gerações que não conviveram com elas. “Há uma ignorância sobre o passado. As escolas têm um papel nisso. E os pais precisam ter responsabilidade. Há médicos negligentes, que não recomendam as vacinas e não as cobram dos pacientes”, contou ao veículo.

Clarissa afirma que quem não se vacina é diretamente responsável pela propagação da doença, “uma ameaça à sociedade”. No caso do sarampo, ele é o mais contagioso micro-organismo causador de doença conhecido, basta estar no mesmo ambiente que uma pessoa infectada, que todos ao redor não vacinados serão contaminados.

Compartilhe:

1 / 8
1
02:23
Banho do Bebê – Sikana
Esse vídeo integra o capítulo “Higiene do Bebê” e contou com o apoio técnico de profissionais de saúde da Perinatal, …
2
02:08
Conheça o Sesc Av. Paulista #Colai
O Sesc Av. Paulista é mais novo centro cultural queridinho de São Paulo. O local conta com um mirante e …
3
03:08
Será que você tem sinestesia?
Ouvir um som e sentir um gosto na boca; ver o número 8 como roxo. Nada disso é loucura: tratam-se …
4
02:13
Os benefícios da camisinha feminina
Muitos talvez não saibam, mas a camisinha feminina conta com uma série de benefícios. Além de prevenir a gravidez, protege …
5
05:54
Maternidade e sexo – Ana Paula Xongani
A criadora de conteúdos e empresária Ana Paula Xongani contou o que mudou na sua vida sexual após a maternidade.
6
04:55
Prazer das minas – Thaís Mayume Higa
A escritora e editora Thaís Mayume Higa conversou com a gente sobre os tabus envolvendo a sexualidade das minas.
7
07:03
Saúde LGBT – Thaís Machado e Iran Giusti
Conversamos com a médica da família e comunidade, Thaís Machado, e o fundador da Casa 1, Iran Giusti, para falar …
8
04:27
Sexo 60+ – Rita Cadillac
Conversamos com a Rita Cadillac para abordar o sexo após 60 anos de idade.