Últimas notícias:

Loading...

Larva é encontrada dentro de Kinder Ovo; veja o que empresa diz

A marca Kinder disse que o caso não tem ligação com o recall na Europa por suspeita de salmonela

Por: Redação

Um casal de Itapetininga, no interior de São Paulo, diz ter encontrado larva dentro do chocolate Kinder Ovo. O episódio foi registrado pelo rapaz que ganhou o ovo da namorada na Páscoa.

Ao G1, o estudante de Engenharia Ricardo Romanha disse que o produto foi comprado em uma loja no shopping da cidade, na quarta-feira, 13.

kinder
Crédito: Ricardo RomanhaCasal encontra larva em Kinder Ovo

“Metade eu entreguei para a minha namorada e fiquei com a outra. Quando eu coloquei aquilo na boca, vi as larvas se mexendo na outra parte e joguei o chocolate no chão. Minha namorada também já estava mastigando”, contou Ricardo.

Em nota, a marca Kinder disse que não recebeu queixa do consumidor via SAC, mas que está em contato com o cliente para entender a situação. A empresa também informou que os produtos “são fabricados com os mais rígidos controles de qualidade existentes”. (Veja a nota na íntegra abaixo)

Caso não tem relação com salmonela

O chocolate consumido pelo casal no interior de São Paulo foi fabricado na Argentina e, segundo a empresa, não tem qualquer relação com o recall na Europa após uma suspeita de contaminação pela bactéria salmonela.

Os produtos alvos de recolhimento na Europa foram fabricados em uma linha de produção na Bélgica, que foi fechada após o surgimento de casos.

No último dia 14, véspera da Páscoa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização, distribuição, importação e uso de chocolates da marca Kinder fabricados pela empresa Ferrero na Bélgica.

A medida veio após a Agência receber um alerta internacional sobre os casos de salmonela na Europa associados ao chocolate fabricado em uma linha de produção belga.

Embora a Ferrero tenha informado que os lotes suspeitos não tenham sido distribuídos no Brasil, a Anvisa considerou prudente publicar a medida preventiva com o objetivo de informar à sociedade e de evitar que o produto seja consumido ou trazido de fora do país por pessoas físicas ou importadoras.

Além disso, a Anvisa notificou a empresa proprietária da marca Kinder a prestar informações sobre os produtos e sobre o controle de importações por terceiros.

Posicionamento da Kinder:

A marca Kinder esclarece que tomou conhecimento do caso relatado por Rafael Romanha de Oliveira por meio de reportagem veiculada pelo portal G1 nesta segunda-feira (18) e destaca que, antes disso, não recebeu qualquer queixa envolvendo o consumidor via SAC.

A empresa informa que já está em contato com o cliente para entender a situação. Reiteramos que nossos produtos são fabricados com os mais rígidos controles de qualidade existentes e que o caso não tem qualquer relação com o recall por suspeita de salmonella realizado em outros países.

A marca Kinder reforça que a Resolução-RE nº 1.233, divulgada pela Anvisa na noite de quinta-feira (14), refere-se exclusivamente aos produtos Kinder fabricados em Arlon, na Bélgica, e que estes não são distribuídos pela Ferrero no Brasil. A marca destaca ainda que os chocolates vendidos pela Ferrero do Brasil no País são seguros para consumo.

Permanecemos à disposição pelos canais de atendimento: telefone 0800-701-6595 e [email protected]m.

Compartilhe:

Tags: #Alimentos
?>