Menino morre após médicos diagnosticarem resfriado em vez de sinusite

Em poucos dias, infecção se espalhou pelo cérebro do garoto

Por: Redação Comunicar erro
menino com a mãe
Crédito: Reprodução/FacebookInfecção se espalhou para o cérebro e causou coágulos sanguíneos

Um menino de 13 anos morreu com uma infecção sinusal semanas depois de os médicos o mandarem para casa. O caso aconteceu em Michigan, nos Estados Unidos. Marquel Brumley se queixava de dores na cabeça e apresentava sintomas que parecia ser um resfriado, com tosse e coriza. Ao ser atendido pelos médicos, foram receitados medicamentos para tratar a infecção viral, mas não havia suspeita de sinusite.

Depois de o menino ter sofrido várias enxaquecas severas e ficar com o lado esquerdo do rosto inchado, os médicos realizaram ressonância magnética e descobriram que se tratava de uma infecção sinusal. O problema é que ela já havia se espalhado pelo cérebro, o que causou múltiplos coágulos sanguíneos, que levaram a derrames.

O menino precisou passar por uma cirurgia no cérebro para remover o pus e recebeu antibióticos intravenosos, uma vez que, com a cirurgia, não foi possível remover toda a infecção. Porém, Marquel não acordou da anestesia e teve a morte cerebral constatada.

O caso serve de alerta, pois muita vezes é difícil diferenciar uma infecção viral ou alérgica de uma infecção bacteriana, já que todas provocam sintomas semelhantes como tosse, dor no rosto e secreção nasal. Os médicos orientam a procurar atendimento sempre que um resfriado durar mais de cinco dias.

Sinusite

Sinusite é a inflamação das mucosas dos seios da face, região do crânio formada por cavidades ósseas ao redor do nariz, maçãs do rosto e olhos. Ela pode ser  aguda, quando os sintomas estão presentes por um período inferior a 12 semanas, ou crônica, quando o inchaço e a inflamação dos seios nasais estão presentes por mais de 12 semanas.

Como prevenir

A sinusite pode ser desencadeada por uma série de fatores de risco e, como tal, pode ser prevenida.Veja abaixo alguns cuidados:

  • Evite locais com poluição e fumaça de cigarro, que irritam as vias aéreas;
  • Controle bem as suas alergias;
  • Faça lavagem nasal;
  • Beba bastante água;
  • Não coloque os dedos dentro do nariz. As mãos podem estar contaminadas por microrganismos causadores de infeção.

Compartilhe:

1
03:38
Cuidados e prevenções para a saúde das mulheres
Dores menstruais parecem típicas, mas podem ser um sinal de endometriose. Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, …
2
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores. Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
3
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …
4
04:15
Quais são os sintomas que indicam diabetes?
Você sente uma fome excessiva, mas não consegue identificar o por quê? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e …
5
04:43
Quais são os sintomas da Esquizofrenia?
A esquizofrenia é um dos tipos da psicose, que é um sintoma que descreve condições que afetam a mente. Hoje, o …
6
03:10
Como os fatores sociais impactam a expectativa de vida
Saneamento básico e desemprego são alguns dos fatores que podem impactar diretamente com a nossa longevidade. Hoje, a Dra. Aline de …
7
01:28
Psicose: saiba como identificar
Pensamentos vagos e incoerentes? Como identificar um surto psicótico? Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, fala sobre os sintomas da …
8
02:11
Saiba como identificar os sintomas da diverticulite
A diverticulite tem se tornado uma doença comum, principalmente para pessoas acima dos 60 anos. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …