Últimas notícias:

Loading...

Mulher é internada com vibrador preso na vagina; veja os cuidados

Relato viralizou após ser compartilhado no Tiktok

Por: Redação

Uma mulher revelou nas redes sociais ter sido internada após um vibrador travar e ficar preso em sua vagina. O relato viralizou após ela postar a história em seu perfil no TikTok.

Segundo ela, o objeto que fazia movimentos de sucção foi utilizado em uma velocidade mais intensa do que ela estava acostumada.

“O brinquedo tem 10 configurações diferentes, então um dia eu decidi experimentar todas as suas funções rapidamente. Mas eu não deveria ter feito isso. Eu aumentei a velocidade para o nível seis, que é uma vibração diferente com pequenas sucções”, descreveu.

mulher hospital
Crédito: Reproduçao/Tiktok/ _alashawn2Incidente com vibrador viralizou após relato no TikTok

Ao tentar puxar o brinquedo, ela conta que ele não saia e que sua ventosa sequer se movia. Com o sugador preso, ela começou a sentir muita dor, chegando a desmaiar. Quando acordou, já estava no hospital.

Em seu perfil no TikTok, ela publicou imagens de quando estava internada e mostrou o modelo do vibrador. Os vídeos que explicam o incidente foram assistidos mais de um milhão de vezes.

vibrador
Crédito: Reprodução/TikTok/_alashawn2Vibrador era do tipo sugador de clitóris

Como escolher e usar um vibrador com segurança?

Existem no mercado versões chinesas mais baratas que os originais, mas o barato quase nunca é a melhor escolha. Para ter uma experiência positiva, prazerosa e segura, vale a pena investir em um produto de qualidade.

Afinal, adquirir um brinquedo erótico falsificado pode representar um risco à saúde!

A primeira grande diferença que você vai perceber entre um produto original e outro pirata é em relação ao preço. Um sugador desse tipo custa em média R$ 300. Se encontrar um por um valor muito abaixo, desconfie.

Outra dica para sua segurança é ir com calma e iniciar o uso do sex toys com velocidades mais baixas. Assim deve ser feito por um período de adaptação. Só aumente a velocidade e pulsações quando estiver familiarizada com o brinquedo e com os estímulos mais leves.

Na falta de lubrificação natural, também é bem importante usar um bom gel lubrificante. Novamente: invista em um produto de boa qualidade e seguro para evitar problemas de alergia.

Por fim, depois do uso, lave o brinquedo sexual com água e sabão ou conforme as instruções de uso para que as bactérias fiquem longe dele, combinado?

Compartilhe:

?>