Últimas notícias:

Loading...

Pneumonia bacteriana: sintomas da doença desenvolvida por Paulo Gustavo

Esse tipo de doença é comum em pacientes internados em UTI

Por: Redação

O ator Paulo Gustavo continuar internado na UTI se recuperando da covid-19. O quadro dele, apesar de apresentar pequenas melhoras, ainda inspira muitos cuidados. Nesta semana, os médicos descobriram que o humorista desenvolveu uma pneumonia bacteriana.

Paulo Gustavo está em quadro irreversível, diz boletim médico

De acordo com o comunicado da assessoria de imprensa de Paulo Gustavo, o problema está sendo tratado e os médicos estão confiantes em relação à melhora do ator.

“Há cerca de sete dias não surgem complicações relevantes, fato que aumenta as nossas esperanças na boa recuperação do paciente. Evidências de melhora na função pulmonar têm surgido. Em alguns momentos, o paciente mostra sinais discretos de interação com o meio, apesar do uso de sedativos”, diz o comunicado.

Equipe médica de Paulo Gustavo continua otimista
Crédito: Reprodução/InstagramPaulo Gustavo desenvolveu pneumonia bacteriana no hospital

O que é pneumonia bacteriana?

A pneumonia bacteriana é uma infecção causada por alguma bactéria que ocorre em um ou ambos os pulmões. As bactérias fazem com que os sacos de ar nos pulmões (alvéolos) inchem e se encham de pus, fluido e detritos celulares.

Isso geralmente afeta a capacidade do corpo de trocar oxigênio e dióxido de carbono. É comum nesses casos, a pessoa ter dificuldade para respirar ou sentir dor ao respirar.

De acordo com a American Lung Association, também podem aparecer tosse com muco amarelo,  febre, cansaço e arrepios.

A gravidade dos sintomas da pneumonia bacteriana pode variar. Algumas pessoas apresentam apenas sintomas leves, enquanto outras desenvolvem complicações com risco de vida. O modo como a pessoa é afetada depende da potência do agente bacteriano e de seu sistema imunológico.

Quanto ela é contraída no hospital, o paciente tende a ter o quadro de saúde mais agravado, pois já está doente.

Tratamento

O tratamento é feito com antibióticos e quando administrados precocemente pode reduzir significativamente o risco de um problema respiratório agudo. Além disso, o médico pode entrar com um antitérmico para baixa a febre e medicamentos para a tosse.

Compartilhe: