Sífilis: sintomas, tratamentos e como se prevenir

A doença tem cura, mas é necessário mais conscientização quanto ao uso de camisinha pois os números de casos vêm aumentando exponencialmente no Brasil

Por: Redação

Conhecida popularmente como cancro duro, a sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) causada pela bactéria Treponema pallidum.

Sua principal forma de transmissão é através de uma relação sexual sem camisinha, mas é possível ser adquirida, mais raramente, pelo contato com sangue contaminado como nas transfusões sanguíneas ou na hora do parto.

vacina de penicilina para sífilis em cima de uma pesquisa sobre a doença
Crédito: IStocl/@HailshadowApesar de ter cura, a sífilis pode levar a morte se não tratada!

A Sífilis pode apresentar sintomas visíveis e possui diferentes estágios: primária, secundária, latente e terciária. Nos estágios primário e secundário da infecção, a possibilidade de transmissão da bactéria é bem maior.

Sinais e sintomas

  • Sífilis primária

Em sua fase primária, ela pode apresentar feridas, geralmente únicas, no local de entrada da bactéria, como pênis, vulva, vagina, colo uterino, ânus, boca, ou outros locais da pele.

Essas feridas aparecem entre 10 a 90 dias após o contágio. Normalmente as lesões não doem, não coçam, não ardem e não têm pus.

Também é possível notar aparição de caroços na virilha.

Nessa fase é preciso muita atenção pois essas feridas são ricas em bactérias, e consequentemente, muito mais fáceis de serem transmitidas.

lesões na pele causadas pela sífilis
Crédito: IStock/@Roman DidkivskyiA sífilis tem três fases cruciais, sendo a primeira e a segunda as que têm mais chances de proliferar o contágio
  • Sífilis secundária

Na segunda fase, os sinais e sintomas aparecem entre seis semanas e seis meses do aparecimento e cicatrização da ferida inicial.

Entre os possíveis sintomas, estão: manchas no corpo, que geralmente não coçam, incluindo palmas das mãos e plantas dos pés, febre, mal-estar, dor de cabeça e caroços pelo corpo.

  • Sífilis latente

Chamada de fase assintomática, neste período não aparecem sinais ou sintomas. Ela é dividida em latente recente (menos de dois anos de infecção) e latente tardia (mais de dois anos de infecção).

A duração pode variar e ser interrompida pelo surgimento de sinais e sintomas da forma secundária ou terciária.

  • Sífilis terciária

Pode surgir de dois a 40 anos depois do início da infecção pela bactéria. Costuma apresentar sinais e sintomas, principalmente lesões cutâneas, ósseas, cardiovasculares e neurológicas. Essa fase pode levar à morte.

Como descubro se tenho Sífilis?

O teste rápido de sífilis está disponível nos serviços de saúde do SUS, sendo prático e de fácil execução, com leitura do resultado em até 30 minutos, sem a necessidade de estrutura laboratorial.

teste rápido para sífilis
Crédito: IStock/@jxfzsyO teste rápido para sífilis tem o resultado praticamente imediato: em torno de 30 minutos

Esse teste é distribuído pelo Departamento das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais/Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério da Saúde (DIAHV/SVS/MS), como parte da estratégia para ampliar a cobertura diagnóstica.

Nos casos de resultados positivos (reagentes), uma amostra de sangue é coletada e encaminhada para realização de um teste laboratorial para confirmação do diagnóstico.

Em caso de gestante, devido ao risco de transmissão ao feto, o tratamento deve ser iniciado com apenas um teste positivo, sem precisar aguardar o resultado do segundo teste.

Como tratar

Felizmente a sífilis tem cura e o tratamento é feito com antibióticos, especialmente penicilina, que pode ser aplicada na unidade básica de saúde mais próxima de sua residência.

enfermeiro aplicando penicilina em paciente com sífilis
Crédito: IStock/@piyaphunO tratamento para sífilis é gratuito e oferecido pelo SUS

Prevenção

Assim como o HIV, a Gonorreia, o HPV e outras ISTs, o uso correto e regular da camisinha feminina ou masculina é uma medida importante de prevenção da sífilis.

O acompanhamento das gestantes e parcerias sexuais durante o pré-natal de qualidade contribui para o controle da sífilis congênita.

Epidemia brasileira e conscientização

A queda no uso de camisinha durante as relações sexuais, principalmente no público jovem, é apontada como a maior causa para o aumento da incidência de sífilis no país nos últimos anos.

mulher entregando camisinha para seu parceiro
Crédito: IStock/@ChesiireCatA melhor forma de prevenir a transmissão da bactéria causadora da sífilis é utilizando camisinha

Além disso, o não tratamento dos parceiros, assim como a baixa adesão às consultas do pré-natal são fatores contribuintes.

De acordo com o Ministério da Saúde, a sífilis adquirida teve sua notificação compulsória implantada no Brasil em 2010, tendo sua taxa de detecção aumentada de 2 casos por 100 mil habitantes naquele ano para 42,5 casos por 100 mil habitantes em 2016.

De 2015 para 2016, houve um aumento de 27,9% dos casos em adultos. Neste mesmo ano, a sífilis congênita apresentou uma taxa de incidência de 6,8 casos por mil nascidos vivos.

É importante reforçar a importância de se fazer teste regulares e também de avisar seus parceiros sexuais caso tenha um diagnóstico positivo. 

1
03:38
Cuidados e prevenções para a saúde das mulheres
Dores menstruais parecem típicas, mas podem ser um sinal de endometriose. Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, …
2
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores. Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
3
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …
4
04:15
Quais são os sintomas que indicam diabetes?
Você sente uma fome excessiva, mas não consegue identificar o por quê? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e …
5
04:43
Quais são os sintomas da Esquizofrenia?
A esquizofrenia é um dos tipos da psicose, que é um sintoma que descreve condições que afetam a mente. Hoje, o …
6
03:10
Como os fatores sociais impactam a expectativa de vida
Saneamento básico e desemprego são alguns dos fatores que podem impactar diretamente com a nossa longevidade. Hoje, a Dra. Aline de …
7
01:28
Psicose: saiba como identificar
Pensamentos vagos e incoerentes? Como identificar um surto psicótico? Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, fala sobre os sintomas da …
8
02:11
Saiba como identificar os sintomas da diverticulite
A diverticulite tem se tornado uma doença comum, principalmente para pessoas acima dos 60 anos. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …