Últimas notícias:

Loading...

Sublinhagem da variante Ômicron é investigada no Reino Unido

Pouco se sabe até agora sobre os perigos que a BA.2 representa

Por: Redação

A Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido designou nesta sexta-feira, 21, uma sublinhagem da variante Ômicron, enfatizando que as taxas atuais de casos são muito baixas.

Segundo o comunicado, foram identificadas até o momento 53 casos sequenciados da sublinhagem BA.2. Porém as autoridades disseram que ela está sob investigação e que fará mais análises.

Crédito: LeArchitecto/istockReino Unido investiga sublinhagem da variante Ômicron

“É da natureza dos vírus evoluir e sofrer mutações, então é de se esperar que continuemos a ver novas variantes surgirem”, disse Meera Chand, diretora de incidentes da UK Health Security Agency.

“Nossa contínua vigilância genômica nos permite detectá-los e avaliar se são significativos”, completou.

Devemos nos preocupar com a sublinhagem?

Na Dinamarca, BA.2 cresceu rapidamente. De acordo com apuração da agência Reuters, foi responsável por 20% de todos os casos de covid-19 na última semana de 2021, subindo para 45% na segunda semana de 2022.

Pesquisadores dissera que ainda não há uma boa explicação para o rápido crescimento da sublinhagem.

sublinhagem omicron
Crédito: Ole Schwander/istock Sublinhagem da Ômicron cresceu rapidamento na Dinamarca

“Pode ser que seja mais resistente à imunidade da população, o que permite infectar mais. Ainda não sabemos”, disse Anders Fomsgaard, pesquisador do Statens Serum Institut da Dinamarca (SSI).

Ainda segundo ele,  existe a possibilidade de pessoas infectadas com a Ômicron original, chamado BA.1, pode não ser imune a pegar BA.2 logo depois.

“É uma possibilidade”, disse ele. “Nesse caso, devemos estar preparados para isso. E então, de fato, podemos ver dois picos dessa epidemia.”

Também há 20 casos identificados em Israel. De acordo com o Ministério da Saúde do país, ainda não há evidências de que BA.2 se comporte de forma diferente da Ômicron.

Análises sobre infecciosidade e eficiência da vacina contra a BA.2 estão em andamento. Os pesquisadores também tentam cultivar a sublinhagem para realizar estudos de neutralização de anticorpos. Espera-se que as vacinas também tenham efeito contra doenças graves após a infecção por BA.2.

Compartilhe: