Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Conheça as 10 cidades mais quentes do mundo

Em algumas regiões do mundo, as temperaturas podem chegar a 60°C

Por: Redação

Nos últimos dias diversas regiões do Brasil foram assoladas por uma onda de frio. Em diversas cidades os termômetros registraram -0ºC, o que fez com que muitos brasileiros desejassem estar numa praia com sol e mar de águas quentinhas. Mas provavelmente você irá mudar de ideia ao ler esta lista das 10 cidades mais quentes do mundo.

Se você acha o verão brasileiro escaldante, com temperaturas tão elevadas que a única forma de se refrescar é indo à praia, tendo uma piscina ou um ar-condicionado em casa, saiba que há lugares muito mais quentes ao redor do mundo, com temperaturas que ultrapassam os 50°C.

Wadi Halfa, Sudã idades mais quentes do mundo
Crédito: MarcPo/iStockRua na cidade de Wadi Halfa, no Sudão; cidade é uma das mais quentes do mundo

Essa superelevação da temperatura é fruto de condições climáticas adversas, incluindo o famoso aquecimento global que, além de provocar um aumento na temperatura da atmosfera, também tem impacto em outros aspectos ambientais, como: enchentes, secas e elevação do nível do mar.

Devido a essa realidade, algumas das cidades mais quentes do mundo não podem ser “habitadas”, confira abaixo.

Conheça as 10 cidades mais quentes do mundo

1 – Al ‘Aziziyah (Líbia)

Al 'Aziziyah
Crédito: Reprodução/YouTubeA cidade líbia de Al ‘Aziziyah já registrou impressionantes 57,8 °C

Existe uma controvérsia sobre qual é a cidade mais quente do mundo. Em 1992, a cidade de Al ‘Aziziyah, na Líbia, registrou impressionantes 57,8 °C, fazendo com que a região ganhasse o título de lugar mais quente do mundo. Apesar disso, a Organização Mundial de Meteorologia reconheceu, em 2017, que o Vale da Morte, na Califórnia, é o lugar mais quente do planeta. O deserto californiano, também, já registrou 57,8°C.

2 – Dallol (Etiópia)

 Dallol
Crédito: Anya Newrcha/iStockCercada pelo deserto de Danakil, Dallol tem uma temperatura média de 40 °C durante o ano

A cidade de Dallol, na Etiópia, já registrou –nada mais nada menos– que 60°C. A proximidade com o vulcão Dallol é determinante para tanto calor. Com essa temperatura é fácil de entender porque a cidade é fantasma, de fato, não há sequer um só residente.

3 -Wadi Halfa (Sudão)

Wadi Halfa, Sudã
Crédito: MarcPo/iStockWadi Halfa fica na fronteira com o Egito

Wadi Halfa, no Sudão, é uma cidade de extrema pobreza. Fica localizada no deserto do Saara, na fronteira com o Egito. Se você quiser conhecer a cidade, terá que pegar trem ou um carro de aluguel e se hospedar em algumas das hospedagens com pouco conforto. As temperaturas já chegaram a uma média de 53°C.

4 – Deserto Lut (Irã)

Crédito: BrasilNut1/iStockA região já registrou temperaturas de 70°C

Mais um deserto na lista. Nesse caso é o Lut, no sudeste do Irã. A região já registrou temperaturas de 70°C. Mas, diferentemente das cidades anteriores, essa região é cercada de lagos, o que pode oferecer uma boa sensação de frescor.

5 – Tirat Tsvi (Israel)

Crédito: Science NewsOs termômetros registraram em Tirat Tsvi a temperatura recorde de 54°, em junho de 1942

Essa cidade, às marges do rio Jordão, na fronteira com a Jordânia, fica no vale Beit Shean. Em 21 de junho de 1942, alcançou a maior temperatura já registrada na Ásia, com 54°C, embora haja questionamentos sobre a validade dessa medida. De qualquer forma, os dados indicam que a temperatura naquele dia foi entre 53,6ºC a 54,4°C.

6 – Timbuktu (Mali)

Timbuktu
Crédito: Oversnap/iStockTimbuktu é uma das regiões habitadas mais quentes do mundo

Timbuktu fica em Mali e é uma cidade muito importante historicamente. Por fazer fronteira com o deserto do Saara, a cidade é rodeada por dunas e muita areia. É uma das regiões habitadas mais quentes do mundo. A maior temperatura registrada na cidade foi de 54,5°C.

7 – Queensland (Austrália)

Coolum Beach on Queensland
Crédito: DarrenTierney/iStockQueensland, na Austrália, possui beleza estonteante

Queensland, na Austrália, possui beleza estonteante. Isso porque, é rodeada de vegetação tropical e semi desérticas. Toda essa beleza, no entanto, tem um porém: as altas temperaturas. O local já chegou a registrar 69°C.

8 – Kebilli (Tunísia)

Kebili, Tunisia
Crédito: IdealPhoto30/iStockA cidade de 18 mil habitantes registrou a temperatura mais alta de que se tem notícia na África em 1931

Kebilli, na Tunísia, fica entre deserto do Saara e um oásis, sendo um local de grande relevância histórica. A região também é conhecida por ser um grande centro comercial. Em 1931, o local atingiu o maior pico de calor, com temperatura registrada em 55°C. Mas os dias mais quentes não afastam os seres humanos, que habitam a região há mais de 200 mil anos.

9 – Ghadamés (Líbia)

Ghadame
Crédito: Pascalou95/iStockMesquita berbere em Ghadames, na Líbia

A cidade de Ghadames (ou Ghadamés) é dividida entre nova e antiga. Ela é habitada por cerca de 7 mil pessoas e possui uma beleza impressionante. Ambas as regiões reservam temperaturas na casa dos 55°C. A zona antiga é rodeada por uma muralha e já foi considerada patrimônio Mundial da Unesco, além de possuir uma arquitetura resistente ao calor.

10 – Sulaibiya (Kuwait)

Sulaibiya-Kuwait
Crédito: Reprodução/YouTubeCidade fica a cerca de 30 quilômetros da capital do Kuwait

Em 2012, a cidade de Sulaibiya,  a cerca de 30 quilômetros da Capital do Kuwait, registrou uma temperatura de 53,8°C. A capital do país apresenta tempestades de areia, e a população também suporta temperatura constante na casa dos 45ºC e 47°C.

Compartilhe:

?>