Últimas notícias:

Loading...

9 lugares para viajar nas próximas semanas e curtir o frio

Programe-se para conhecer lugares que reúnem belezas naturais e boa infraestrutura próximos à capital paulista

Por: Redação

A onda de frio que atingiu grande parte do país na semana passada, aos poucos começa a perder força. Mas, as baixas temperaturas seguem em algumas regiões pelos próximos dias, para alegria daqueles que gostam de curtir o frio.

Esta época do ano é ideal aproveitar também o aconchego das cidades serranas do interior de São Paulo.

9 lugares para viajar nas próximas semanas e curtir o frio
Crédito: Divulgação/Pousada do QuilomboVista da Serra da Mantiqueira na Pousada do Quilombo, em São Bento do Sapucaí; cidade é um dos destinos para quem gosta de curtir o frio

Algumas cidades do estado são conhecidas por unir temperaturas baixas, boa gastronomia e pousadas charmosas com lareiras, além de muitas outras opções de lazer e atividades em meio à natureza.

9 lugares para viajar nas próximas semanas e curtir o frio

Campos do Jordão

Parte integrante do Circuito Serra da Mantiqueira, a famosa estância turística fica a 173 km da capital. A cidade, carinhosamente chamada de a “Suíça brasileira”, já foi reconhecida, em 1957, no Congresso Climatológico de Paris, como dona do “melhor clima do mundo”.

Arquitetura de Campos do Jordão - Tripr
Crédito: Cristiano Tomaz l Divulgação Boulevard GeneveArquitetura de Campos do Jordão no Boulevard Geneve

Aliado às belas paisagens, tranquilidade, a charmosa arquitetura em estilo suíço-europeu dos hotéis, pousadas, lojas, restaurantes, bares, chocolaterias, bistrôs e pubs, Campos do Jordão tem vocação natural para o turismo e atrai de visitantes no outono e inverno.

Santo Antônio do Pinhal

Esta estância climática fica nas proximidades de Campos do Jordão, no Vale do Paraíba, e pertence ao Circuito Turístico da Mantiqueira. Com diversas montanhas, picos, rios e vales, os visitantes têm no ecoturismo um dos pontos fortes.

Santo Antônio do Pinhal
Crédito: Wagner RibeiroVista do Pico Agudo, em Santo Antônio do Pinhal

Não faltam opções também para quem busca aventura em Santo Antônio do Pinhal, em atividades como escalada, rapel, arvorismo, trilhas, off-road, voo livre, entre outras.

A tradicional Festa do Pinhão, que acontece nos meses de maio a agosto, é ótima pedida para quem aprecia o fruto típico da região, além das barracas de comidas típicas, artesanato, apresentações e shows.

Santo Antônio do Pinhal
Crédito: Wagner Ribeiro Pôr do Sol em Santo Antônio do Pinhal

O nome Santo Antônio do Pinhal é decorrente das diversas espécies de araucárias que a cidade abriga, que em tupi-guarani significa “montanha que chora” ou “serra onde nascem as águas”.

São Bento do Sapucaí

Porta de entrada para a famosa Pedra do Baú – que, ao contrário do que muitos pensam, não pertence a Campos do Jordão –, São Bento do Sapucaí fica a 185 km da capital e possui paisagem rústica com ar bucólico, repleta de casinhas simples, ruas de terras e os encantos naturais da Serra da Mantiqueira.

Crédito: Blog Lado B ViagemSão Bento do Sapucaí tem pousadas para todos os tipos de bolso e até pet friendly

São Bento do Sapucaí  também oferece pousadas charmosas e confortáveis escondidas em meio à vegetação nativa. Os amantes de esportes radicais encontram opções para praticar rapel, escaladas, caminhadas, voo livre, entre outras atividades.

Os turistas podem ainda conhecer e comprar produtos do artesanato local da Associação Arte no Quilombo, formada por 80 artesãos que usam palha de bananeira, sambentista, fruta cultivada na cidade, entre outros materiais.

Araçoiaba da Serra

Com exuberante beleza natural, Araçoiaba da Serra é conhecida como “Esconderijo do Sol”. A cidade fica a 123 km da capital paulista e, no passado, era destino dos bandeirantes, que vasculhavam a região em busca de minas de ouro.

Crédito: Divulgação/PMASPasseio de balão é uma das atrações em Araçoiaba da Serra

Um dos pontos turísticos locais é o Morro de Araçoiaba, onde os bandeirantes encontraram as primeiras minas da região e onde foram construídos os primeiros fornos de fundição, em 1591, preservados até hoje. Outra atração é o Horto Florestal, ideal para um piquenique.

Serra Negra

Pertencente ao Circuito das Águas Paulistas, a estância hidromineral de Serra Negra fica a 142 km da cidade de São Paulo e possui inúmeras opções de lazer, além do saudável clima de montanha e fontes de águas minerais com propriedades terapêuticas.

curtir o frio
Crédito: Divulgação/Guichê VirtualPasseio de teleférico em Serra Negra

Em 1928, foi descoberta a riqueza radioativa das águas locais, e dois anos depois foi criado um pavilhão de hidroterapia ao lado da fonte.

A qualidade das águas minerais deu a Serra Negra o título de “Cidade da Saúde”, pelo então presidente Washington Luís. Com excelente infraestrutura, a cidade atrai turistas por suas aguas hidrominerais e pelo comércio de produtos em lã e linha (malharias), vestuário e acessórios em couro, enxovais  e artesanatos diversos.

São Pedro

Distante 190 km da capital paulista, a estância turística integra o Circuito Serra do Itaqueri. São Pedro oferece belíssimas paisagens, cachoeiras no meio da cadeia de montanhas formadas pela serra, fazendas e parques ecológicos.

curtir o frio
Crédito: Márcio Diniz | Catraca LivreRancho da Tirolesa, em São Pedro (SP), oferece uma vista incrível

A cidade também conta com muitas opções de lazer, aventura com práticas de esportes radicais e descanso.

Fundada no século 19 por imigrantes italianos que colonizaram a região investindo na cafeicultura, a cidade – que de longe lembra um presépio napolitano – mantém suas tradições culturais e gastronômicas.

Cunha

A estância climática Cunha, no Alto Vale do Paraíba, é outro destino ideal para quem busca temperaturas baixas, sossego e contato com a natureza. Entre as opções está o núcleo  do Parque Estadual da Serra do Mar, o maior corredor biológico da Mata Atlântica no Brasil.

Interior
Crédito: Divulgação/PMECCVista da cidade de Cunha, no Alto Vale do Paraíba, em SP

Lá os visitantes podem aproveitar banhos de cachoeira e trilhas em meio às abundantes fauna e flora. Destaque para a Trilha das Cachoeiras, que fica em uma estrada desativada em que é possível percorrer metade em carro e metade em bicicleta ou a pé.

Pedra da Macela curtir o frio
Crédito: Divulgação/PMECCVista do alto da Pedra da Macela, a 1.840 metros de altitude

Outra sugestão é a Pedra da Macela, que separa o Vale do Paraíba das cidades do litoral fluminense. Sua privilegiada vista para toda a baía de Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande surpreende, assim como das montanhas e da natureza preservada pelo Parque Estadual da Serra do Mar.

Cunha
Crédito: DivulgaçãoO Lavandário é uma das atrações para conhecer em Cunha (SP)

Vale também uma visita ao inusitado Lavandário, que dispõe de campos floridos 365 dias ao ano. Lá dá para ver grandiosas plantações de lavandas que formam um verdadeiro espetáculo e também comprar produtos como plantas aromáticas, sabonetes, cremes, aromatizadores de ambientes e velas, além de comidas artesanais à base da planta, como bolo, bolachas e sorvete.

Monte Verde (MG)

Apesar de ficar no sul de Minas Gerais, Monte Verde está a cerca de 166 km de São Paulo (SP).Esse distrito de Camanducaia tem um dos climas mais frios da região Sudeste. O vilarejo fica a mais de 1.600 metros de altitude e é  cercado pelas montanhas da Serra da Mantiqueira.

Monte Verde
Crédito: Divulgação/Prefeitura de CamanducaiaO charmoso vilarejo de Monte Verde, no sul de Minas Gerais

No inverno as temperaturas caem frequentemente para abaixo de zero. Não chega a nevar, mas você verá, logo cedo, uma paisagem totalmente coberta de gelo.

Monte Verde também oferece um leque de opções de hospedagem, desde hotéis-fazenda a pousadas-boutique. A gastronomia é outro ponto forte do vilarejo mineiro.

Penedo (RJ)

Outro destino ideal para curtir o frio é o Penedo, distrito de Itatiaia, no sul do Rio de Janeiro, única colônia finlandesa do Brasil. O charmoso vilarejo é destino para ir o ano todo. No verão, é possível se banhar nas inúmeras cachoeiras de águas cristalinas, e geladas, da região. No inverno, o clima aconchegante dos bares, restaurantes e chocolatarias tão o tom da estação.

 O Shopping Pequena Finlândia, em Penedo
Crédito: Eduardo AndreassiO Shopping Pequena Finlândia, em Penedo

Agora não se espante se encontrar decoração natalina ou o papai Noel em algum canto, em especial no Shopping Pequena Finlândia. É que o bom velhinho tem uma vila inteira para chamar de sua em Penedo e que fica aberta o ano inteiro.

Penedo
Crédito: Eduardo AndreassiA Casa do Papai Noel é uma das atrações de Penedo, no interior do Rio de Janeiro

Penedo também é o ponto de partida para quem quer subir a Serra da Mantiqueira e passar o dia ou pernoitar em outros dois paraísos: Visconde de Mauá, distrito de Resende, e Maringá, que pertence a Itatiaia e faz divisa com Bocaina de Minas (MG) –só atravessar uma pequena ponte a pé.

?>