Clássico de Lars von Trier com Björk é exibido de graça no MIS

'Dançando no Escuro' é exibido no 'Björk Talks' e conta também com bate-papo com Zeca Camargo, Sarah de Oliveira e Lilian Pacce

Por: Redação Comunicar erro
Até
03
de agosto 2019
Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Quinta a sábado, às 19h
Domingo, às 18h

Como programação paralela da exposição “Björk Digital“, em cartaz até 18 de agosto no MIS-SP, o museu apresenta o “Björk Talks“, encontros que abordam música, moda e tecnologia com foco na carreira na carreira e obra da artista, com destaque à exibição de “Dançando no Escuro“, longa de Lars von Trier.

bjork em cena no filme dançando no escuro
Crédito: ReproduçãoNo dia 3 de agosto, o MIS exibe de graça o filme ‘Dançando no Escuro’ de Lars von Trier protagonizado por Björk

Protagonizado pela cantora islandesa, o file foi vencedor dos prêmios de Melhor Filme e de Melhor Atriz (Björk) no Festival de Cannes de 2000. A sessão é seguida de bate-papo com a jornalista e apresentadora Sarah Oliveira e Victor Valery.

O objetivo é destacar o importante trabalho de composição de trilha sonora e atuação de Björk na película, dissertando sobre os prêmios recebidos à época até as recentes declarações da cantora sobre os assédios cometidos pelo diretor nos sets de filmagem.

SEBASTIÃO SALGADO GANHA EXPOSIÇÃO GRATUITA NO SESC PAULISTA

Destaques do Björk Talks

Os encontros do evento paralelo à exposição reúnem profissionais renomados e discutem pontos importantes da carreira da artista islandesa como música, moda e tecnologia. Entre os convidados, estão Zeca Camargo, Lilian Pacce e Sarah de Oliveira, que participa do papo após a exibição do filme “Dançando no Escuro“.

Zeca se apresenta na primeira roda de conversa “Björk + Música“, ao lado da cantora Alice Caymmi e de Victor Valery. Os três analisam o desdobramento musical da cantora do final da década de 1980 até a atualidade. A conversa explora como sua trajetória influenciou o universo musical internacional e brasileiro.

zeca camargo sorrindo pra foto
O jornalista e apresentador Zeca Camargo e a cantora Alice Caymmi participam do encontro que tem como objetivo analisar o desdobramento musical de Björk do final da década de 1980 até a atualidade. A conversa, mediada pelo produtor cultural e pesquisador Victor Valery, explora como sua trajetória influenciou o universo musical internacional e brasileiroDivulgação
Sarah de Oliveira em foto ao ar livre
A sessão de 'Dançando no Escuro' é seguida de bate-papo com a jornalista e apresentadora Sarah Oliveira e Victor ValeryDivulgação
Lilian Pacce media a conversa
Lilian Pacce media a conversa "Björk + Moda" que discute a importância da indumentária no percurso da cantora BjörkDivulgação

Já Lilian Pacce discute com Carollina Lauriano e Raphael Jacques (Alma Negrot) a importância da indumentária no percurso da cantora Björk, analisando as capas de álbuns e parcerias com grandes fotógrafos e estúdios de moda pelo mundo, e discorrem sobre como as parcerias escolhidas a dedo, de estilistas a maquiadores, desenharam a artista que conhecemos hoje.

O evento acontece entre os dias 31 de julho e 3 de agosto, no auditório do MIS. A entrada é gratuita e para participar basta retirar ingresso com uma hora de antecedência na recepção do museu.

250 OBRAS MISTURAM ARTE E TECNOLOGIA NA PAULISTA

A programação completa pode ser conferida abaixo:

31.07 | Quarta-feira |19h
Björk + Música, com Zeca Camargo, Alice Caymmi e Victor Valery

O jornalista e apresentador Zeca Camargo e a cantora Alice Caymmi participam do encontro que tem como objetivo analisar o desdobramento musical de Björk do final da década de 1980 até a atualidade. A conversa, mediada pelo produtor cultural e pesquisador Victor Valery, explora como sua trajetória influenciou o universo musical internacional e brasileiro.

1.08 | Quinta-feira | 19h
Björk + Moda, com Lilian Pacce, Carollina Lauriano e Raphael Jacques (Alma Negrot)

O encontro discute a importância da indumentária no percurso da cantora Björk. Com mediação de Lilian Pacce, Carollina Lauriano e Raphael Jacques (Alma Negrot) analisam das capas de álbuns às parcerias com grandes fotógrafos e estúdios de moda pelo mundo e discorrem sobre como as parcerias escolhidas a dedo, de estilistas a maquiadores, desenharam a artista que conhecemos hoje.

2.08 | Sexta-feira | 19h
Björk + Tecnologia, com Lia Vissotto, Victor Valery e Ali Prando

O terceiro encontro desvenda a filosofia de Björk em mixar natureza e tecnologia na produção de videoclipes, músicas, concertos ao vivo e da exposição Björk Digital. O bate-papo é mediado por Victor Valery, produtor cultural e pesquisador da cantora, além da participação da produtora cultural e diretora da Cinnamon Comunicação, Lia Vissotto, responsável pela vinda da primeira VR de Björk (Stonemilker (2015) ao Brasil, e do filósofo e pesquisador Ali Prando.

3.08 | Sábado | 18h | Dançando no escuro
Exibição do filme + bate-papo com Sarah Oliveira e Victor Valery

Para fechar a programação, Björk Talks exibe Dançando no escuro (2000), uma das obras-primas do polêmico cineasta Lars von Trier (Dogville) e vencedor dos prêmios de melhor filme e de melhor atriz (Björk) no Festival de Cannes de 2000. A sessão será seguida de bate-papo com a jornalista e apresentadora Sarah Oliveira e Victor Valery. O objetivo é destacar o importante trabalho de composição de trilha sonora e atuação de Björk na película, dissertando sobre os prêmios recebidos à época até as recentes declarações da cantora sobre os assédios cometidos pelo diretor nos sets de filmagem.

Björk por Björk

Se você tá aqui é porque curte Björk! Então, corre pra conferir a mostra de grande sucesso “Björk Digital“, que vai só até o dia 18 de agosto, no MIS!