Feira Sabor Nacional reúne delícias da culinária indígena no MCB

Comidas típicas, artesanatos e oficinas recheiam o Museu da Casa Brasileira!

Por: Redação

Em tempos de ataques à população e cultura indígena, o MCB –Museu da Casa Brasileira promove a 12ª edição da Feira Sabor Nacional, a fim de valorizar a influência que a culinária e a história brasileira carregam como herança dos povos originários.

O evento reúne incontáveis delícias com o uso de temperos e produtos naturais, como gengibre, cominho, palmito, mandioca, abóbora, peixes e carne de caça.

feira sabor nacional no museu da casa brasileira
Crédito: DivulgaçãoFeira Sabor Nacional destaca a importância da cultura indígena na gastronomia

Gastronomia

O restaurante “Embaixada Paraense” é o responsável por servir pratos com receitas e ingredientes usados diariamente pelos povos indígenas – como a maniçoba e a moqueca de banana da terra.

Uma curiosidade: a maniçoba é feita com as folhas da mandioca, que são venenosas! Mas alguém, um dia, teve a ideia de cozinhá-las por mais ou menos sete dias, para tirar todo o ácido cianídrico. Então, deixa o medo de lado e se joga nessa “feijoada paraense“.

Na Feira Sabor Nacional, outros pratos da gastronomia nativa, como tapioca, pirão e beiju, cada vez mais presente na mesa dos brasileiros, são servidos nos mais de 20 restaurantes e foodbikes convidados.

prato de maniçoba com arroz
Crédito: DivulgaçãoA maniçoba pode não parecer o prato mais gostoso do mundo, mas a “feijoada paraense” é uma das comidas indígenas mais peculiares

FORA DA CAIXINHA: MOTIVOS PARA CONHECER O CHARMOSO PARQUE DA CIDADE

Artesanato

Com o intuito de propiciar o contato direto entre o pequeno produtor ou artesão e o consumidor final, mais de 30 expositores levam seus produtos à feira!

O destaque fica para as “Cerâmicas dos Wauja“, peças singulares produzidas por habitantes do Parque Indígena do Xingu – entre elas máscaras ritualísticas e cestos desenhados.

Vale a pena dar uma conferida e valorizar o pouco da herança que ainda nos resta ;)

público sentado nos jardins do museu da casa brasileira em edição da feira sabor nacional
Crédito: DivulgaçãoA Feira Nacional é três em um: gastronomia, arte e educação <3

Oficinas

O MCB ainda recebe oficinas gratuitas para todo mundo aprender ainda mais sobre a cultura indígena! Para os pequeninos, por exemplo, rola uma contação de histórias envolvendo alimentação, com a Associação Viva e Deixe Viver.

Já os adultos podem participar da oficina de carimbos e desenhos inspirada no modo de viver indígena, com o Educativo MCB. Ambas atividades têm vagas limitadas e as inscrições são feitas no local, nos dias da feira, com um dos organizadores.

Tá a fim de participar? Anota aí: a Feira Sabor Nacional acontece nos dias 14 e 15 de setembro, das 10h às 19h. A entrada é gratuita!

Então quer dizer que você gosta de comida típica?

Pois fique sabendo que o Festival Gastronômico Nordestino do CTN tem pratos típicos a R$ 9,90!

1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …