Satyros trata vida na pandemia na peça online ‘A Arte de Encarar o Medo’

Já pensou se você estivesse há 5.555 dias sem poder sair de casa? Esta é a proposta do espetáculo produzido especialmente para a internet 😮

Por: Redação

Sexta - Sábado - Domingo

Às sextas e aos sábados, às 21h; e aos domingos, às 16h.

Classificação: 16 anos. Duração: 50 minutos

Com 30 anos de trajetória, a veterana Cia. Os Satyros convida o público a pensar sobre as relações humanas nesta época turbulenta de pandemia de Covid-19, no espetáculo online “A Arte de Encarar o Medo”, que estreia no dia 13 de junho e ainda não tem data final da temporada.

Satyros
Crédito: André StefanoPeça da Cia. Os Satyros foi inteiramente pensada para a internet

Dirigida por Rodolfo García Vázquez, que assina o roteiro ao lado de Ivam Cabral, a montagem se passa em um futuro distópico, quando a humanidade tenta reconstruir histórias de uma vida anterior à pandemia. Isolados há 5.555 dias, alguns amigos tentam se conectar à internet para retomar suas relações.

Entre os nomes chamados para esse reencontro, estão os atores da peça e alguns amigos da trupe que morreram e deixaram saudade, como o jornalista Gilberto Dimenstein, que foi íntimo de Ivam Cabral e partiu no dia 29 maio, também fundador da Catraca Livre; a atriz Maria Alice Vergueiro, que faleceu no dia 3 de junho; o cenógrafo Carlos Colabone, que morreu no dia 27 de maio; e o jornalista e dramaturgo Alberto Guzik, que integrou a companhia e faleceu em 2010.

A arte de encarar o medo
Crédito: André Stefano“A Arte de Encarar o Medo” trata das relações humanas na época da pandemia

Além dessas homenagens, o espetáculo convida o público a lembrar de outras pessoas que morreram durante a pandemia de coronavírus e a desabafar sobre os seus maiores medos atuais.

Outros temas humanos que aparecem em cena são a depressão, a solidão, o medo do contágio e da morte e os desafios de manter a saúde mental no isolamento, além de questionamentos políticos ao atual contexto brasileiro como a necropolítica, o autoritarismo, a violência governamental, a injustiça social e o processo de deterioração dos pilares da democracia.

O trabalho foi pensado inteiramente para a internet, ou seja, é uma experiência inovadora das artes cênicas e cheia de efeitos visuais digitais incríveis! Além disso, como em todas as peças do grupo, há um grande cuidado com figurino e iluminação.

Os Satyros - A arte de encarar o medo
Crédito: André StefanoAtriz Ulrika Malmgren se apresenta direto da Suécia na peça dos Satyros

Outra curiosidade é que os atores se apresentam de diferentes cidades brasileiras – de onde passam a quarentena – e até da Suécia, onde mora a atriz Ulrika Malmgren, que já participou de outros trabalhos da companhia.

O elenco é formado por Ivam Cabral, Eduardo Chagas, Nicole Puzzi, Ulrika Malmgren, Diego Ribeiro, Fabio Penna, Gustavo Ferreira, Henrique Mello, Julia Bobrow, Ju Alonso, Marcelo Thomaz, Marcia Dailyn, Mariana França, Sabrina Denobile, Silvio Eduardo e César Siqueira. A peça ainda conta com uma participação dos atores mirins Nina Denobile Rodrigues e Pedro Lucas Alonso.

Dica para assistir à peça dos Satyros

A peça é transmitida por meio da plataforma Zoom e tem apresentações às sextas e aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 16h. Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$ 10 (meia) e podem ser adquiridos aqui.

Vale ressaltar que existe a possibilidade de adquirir ingresso gratuito solidário (dedicado às pessoas que se encontram em dificuldade financeira devido à crise gerada pela pandemia). Para quem quiser, também é possível contribuir com valores acima da inteira, direcionados a doações.

"A Arte de Encarar o Medo"
Crédito: André StefanoA peça homenageia várias pessoas que morreram durante a pandemia

Aqui vai uma dica importante: antes de assistir ao espetáculo, confira o tutorial em vídeo que o grupo preparou ensinando como configurar a plataforma Zoom. Este vídeo fica disponível na página de venda de ingressos. Ah! Se você tiver uma smart tv, vale a pena conectá-la ao computador para assistir na telona.

Como o espetáculo depende da internet para acontecer, caso a conexão caia ou a apresentação seja interrompida por qualquer outro motivo, é só entrar em contato com a companhia e combinar uma nova data para assistir ao trabalho.

Cuide da sua saúde mental na quarentena! Confira outros programinhas para curtir em segurança:

Compartilhe:

Tags:#Teatro