Criança de 5 anos é estuprada como pagamento de dívida de drogas

Tanto a mãe da criança, quanto o homem que a abusou foram indiciados por estupro de vulnerável

Por: Redação Comunicar erro
estupro de vulnerável
Crédito: Divulgação/Polícia Tanto o homem quanto a mãe foram indiciados por estupro de vulnerável

Uma criança de 5 anos foi estuprada após ser levada da casa de sua mãe como forma de pagamento por uma dívida de drogas não quitada. O caso aconteceu nesta terça-feira, 30, na cidade de Sena Madureira, no interior do Acre.

De acordo com informações do portal G1, o homem acusado de abusar sexualmente da criança foi até a casa da vítima cobrar uma dívida no valor de R$ 2 mil de sua matriarca, referente à dívida pelo consumo da substância.

Como a mulher não tinha dinheiro para pagá-lo, o suspeito levou a criança para “pressioná-la”, disse o delegado responsável pelo caso, Marcos Frank.

“Esse homem teria levado a criança para poder pressionar a mãe para pagar essa dívida de droga, mas em seguida voltou e deixou a menina em casa. Ela estava sangrando bastante, uma tia viu e chamou a polícia. Na delegacia, a menina contou o que o homem fez com ela”, esclareceu o delegado.

O homem foi preso, mas negou que tenha estuprado a criança. No entanto, segundo Frank, exames confirmaram a denuncia.

O acusado e a mãe foram indiciados por estupro de vulnerável – a mulher responderá por estupro na modalidade comissivo por omissão.

DENUNCIE – DISQUE 100

Saiba a quem recorrer em caso de suspeita de violência sexual infanto-juvenil:
Conselhos Tutelares – Os Conselhos Tutelares foram criados para zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes. A eles cabe receber a notificação e analisar a procedência de cada caso, visitando as famílias. Se for confirmado o fato, o Conselho deve levar a situação ao conhecimento do Ministério Público.
Varas da Infância e da Juventude – Em município onde não há Conselhos Tutleares, as Varas da Infância e da Juventude podem receber as denúncias. 
Outros órgãos que também estão preparados para ajudar são as Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente e as Delegacias da Mulher. (Fonte: Unicef)

1 / 8
1
08:59
Lobão analisa a relação de Bolsonaro com seus filhos
Um dos poucos nomes do meio artístico a apoiar a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), o músico Lobão revelou recentemente …
2
08:31
Lobão explica como funciona a mente de Olavo de Carvalho
Em entrevista ao vivo no estúdio da Catraca Livre para o jornalista Gilberto Dimenstein, o cantor Lobão, ex-afeto de Olavo …
3
03:39
Alter do Chão sofre com incêndio de grandes proporções
As chamas que consomem uma área de preservação ambiental de Alter do Chão, em Santarém, no Pará, voltaram a se …
4
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
5
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
6
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
7
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
8
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …