CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Homem que esquartejou a esposa e a fazia comer fezes é preso

Soropositivo, Gutemberg Xavier Alves também é acusado de estuprar várias adolescentes e transmitir HIV

Por: Redação

O homem que esquartejou a esposa Franciane Moizes Pedro, de 27 anos, e que a fazia comer fezes foi preso, nesta segunda-feira, 9, na cidade de Domingos Martins, no Espírito Santo. Gutemberg Xavier Alves estava foragido desde o ano passado. Além do caso de feminicídio, em Miracema (RJ), ele também é acusado de estuprar várias adolescentes e transmitir HIV. As informações foram obtidas pelo portal ‘G1’.

homem esquartejou fezes preso
Crédito: Divulgação/Polícia Civil ESHomem que esquartejou a esposa e a fazia comer fezes é preso

Segundo informou a Polícia Civil do Espírito Santo, Gutemberg Xavier Alves vivia uma nova vida, usava um nome falso e já estava em outro relacionamento. “Mostra-se que ele tem uma personalidade perversa. Uma espécie de serial killer. Com perversidade porque ele mata com requintes de crueldade. Transmite a Aids para as pessoas com consciência. Ele é um perpetrador de altíssima periculosidade”, disse o Delegado-geral da Polícia Civil do ES, José Darcy Arruda.

Foi através de uma denúncia anônima feita à polícia que o homem foi encontrado. A denúncia informava que o suspeito estava escondido em uma casa próximo a uma creche no Centro da cidade capixaba.

Gutemberg assumiu à policia que era a pessoa procurada. A prisão foi em cumprimento a uma mandado de prisão temporária expedido pelo Juízo da Comarca de Miracema, no Rio de Janeiro.

O delegado de Miracema, Gésner Bruno, afirmou ao ‘G1’ que o inquérito está concluído. “Agora vamos acrescentar as informações colhidas pela polícia do Espírito Santo e enviar para a Justiça o pedido de conversão da prisão temporária para preventiva. O acusado usou do direito de permanecer em silêncio”, disse.

Entenda o caso

Franciane desapareceu no dia 13 de setembro e a queixa de seu sumiço foi feita no começo de outubro. No dia 22 de outubro, a Polícia Civil escavou o quintal da casa onde morava a vítima e encontrou um pano ensanguentado e com mau cheiro. As investigações apontam que o corpo chegou a ser enterrado ali.

Dias depois, a polícia encontrou ossadas enterradas em uma área rural, na divisa da cidade de Palma (MG) e Miracema. Além de esquartejada, Franciane teve o corpo incendiado e não é possível saber como ela morreu.

A investigação também descobriu que o companheiro de Franciane, Gutemberg Xavier Alves, de 42 anos, havia dado para um homem com transtorno mental carregar sacolas com partes do corpo da vítima para essa zona rural. Ele alegou ter sido enganado de que eram restos de um cachorro.

Campanha #ElaNãoPediu

Nenhuma mulher “pede” para apanhar. A culpa nunca é da vítima. A campanha #ElaNãoPediu, da Catraca Livre, tem como objetivo fortalecer o enfrentamento da violência doméstica no Brasil, por meio de conteúdos e também ao facilitar o acesso à rede de apoio existente, potencializando iniciativas reconhecidas.

Como denunciar violência doméstica?

Disque 180
O Disque-Denúncia foi criado pela Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM). A denúncia é anônima e gratuita, disponível 24 horas, em todo o país. Os casos recebidos pela central são encaminhados ao Ministério Público.

Disque 100
O serviço pode ser considerado como “pronto socorro” dos direitos humanos pois atende também graves situações de violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estão em curso, acionando os órgãos competentes, possibilitando o flagrante. O Disque 100 funciona diariamente, 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados.

As ligações podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem gratuita, de qualquer terminal telefônico fixo ou móvel (celular), bastando discar 100.

Polícia Militar (190)
A vítima ou a testemunha pode procurar uma delegacia comum, onde deve ter prioridade no atendimento ou mesmo pedir ajuda por meio do telefone 190. Nesse caso, vai uma viatura da Polícia Militar até o local. Havendo flagrante da ameaça ou agressão, o homem é levado à delegacia, registra-se a ocorrência, ouve-se a vítima e as testemunhas. Na audiência de custódia, o juiz decide se ele ficará preso ou será posto em liberdade. Mais informações sobre como denunciar.

1
Guia Negro entrevista Luedji Luna: “A África mais próxima do brasileiro é a Bahia”
A cantora e compositora Luedji Luna conta que quando mudou da Bahia para São Paulo se tornou mais baiana e …
2
O pagamento dos R$ 600 e o cadastro dos trabalhadores fora do CadÚnico
O governo anunciou na terça-feira, 7, os detalhes sobre o pagamento da renda básica emergencial de R$ 600 para os …
3
Como vai funcionar a renda básica emergencial de R$ 600?
Os trabalhadores de baixa renda sem carteira assinada vão poder contar com uma renda básica emergencial do governo para lidar …
4
Bolsonaro prefere ser ‘do contra’ e luta sozinho contra o isolamento social
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), insiste em desafiar as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização …
5
E se Bolsonaro foi contaminado com coronavírus?
O que não passava de pura especulação e teoria da conspiração tem ganhado ares de verdade com novos capítulos envolvendo …
6
Coronavírus: Câmara aprova auxílio de R$600 para pessoas de baixa renda
A Câmara dos Deputados aprovou na quinta-feira, 26, uma medida que prevê o pagamento de R$600 para trabalhadores de baixa …
7
Bolsonaro e o coronavírus: um presidente na contramão do mundo
O pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite de terça-feira, 24, pegou de surpresa integrantes do governo e …
8
Entenda a MP da Morte: da polêmica e revogação por Bolsonaro até o erro de redação de Guedes
Em apenas uma canetada o presidente Jair Bolsonaro autorizou empresas a suspenderem contratos com seus empregados por 4 meses, sem …