Jovem negra tem o dobro de risco de ser assassinada no Brasil

Amazonas e Rio Grande do Norte são os estados com maior índice de violência contra a mulher negra; saiba mais sobre o assunto

Por: Redação Comunicar erro

No país do mito da democracia racial, mulheres negras com idade entre 15 e 29 anos têm 2,19 vezes mais chances de serem assassinadas do que as brancas na mesma faixa etária, de acordo com o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência 2017 (IVJ 2017), divulgado nesta segunda-feira, 11 de dezembro.

A pesquisa, que coletou dados de 2015, foi realizada em parceria com a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), pela Secretaria Nacional de Juventude da Presidência da República e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Para chegar ao resultado, o índice levou em conta informações como frequência escolar, escolaridade, inserção no mercado de trabalho e taxas de mortalidade por homicídios e por acidentes de trânsito.

Crédito: Getty Images/iStockphotoRio Grande do Norte e Amazonas foram os estados que registraram maior índice de violência contra mulheres negras

Norte e Nordeste no X da questão 

A questão da violência que envolve jovens negras no Brasil tem endereço e regiões anunciadas: no topo da desigualdade entre as taxas de homicídios estão os estados do Rio Grande do Norte – onde mulheres negras morrem 8,11 vezes mais do que jovens brancas – e o Amazonas, cuja taxa de morte é de 6,97 %.

Na sequência surge o estado da Paraíba, onde a chance de uma jovem negra ser assassinada é 5,65 vezes maior do que a de uma jovem branca. Em quarto lugar aparece Distrito Federal, com risco relativo de 4,72.

Chama atenção casos como Alagoas e Roraima, onde a comparação pôde ser realizada: isso porque, em 2015, nenhuma mulher branca entre 15 e 29 anos foi vítima de homicídio. Por outro lado, a taxa de mortalidade de jovens negras, nos dois estados, foram alarmantes: 10, 7 e 9,5 mortes a cada 100 mil habitantes.

Jovem negro no Brasil 

 No mesmo relatório, o cenário de violência que envolve o homem negro também foi objeto de avaliação. Nele constatou-se: a chance de um jovem negro ser assassinado é 2,7 vezes superior à de um jovem branco.

 A situação mais preocupante é a de Alagoas, onde um jovem negro tem 12,7 vezes mais chances de morrer assassinado do que um jovem branco. Na Paraíba essa diferença é de 8,9 vezes, índice também muito alto.

Para a representante da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, “a violência contra a juventude negra no Brasil atingiu índices alarmantes”. “[Essa violência]precisa ser enfrentada com políticas públicas estruturadas que envolvam as diversas dimensões da vida dos jovens como educação, trabalho, família, saúde, renda, igualdade racial e oportunidades”, diz Noleto em texto que integra o relatório. Com informações do G1. 

1 / 8
1
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
2
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
3
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
4
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
5
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …
6
06:21
Prefeito do Rio censura HQ dos Vingadores por conta de beijo gay
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, mandou recolher todos os exemplares do gibi “Vingadores – A Cruzada das …
7
04:35
Facada em Bolsonaro completa um ano com mais uma cirurgia
O presidente Jair Bolsonaro, comemorou junto à imprensa nesta sexta-feira, 6, o que chamou de “aniversário” de um ano da …
8
10:37
Entenda a mente do Bolsonaro por Alexandre Frota e Fernando Holiday
Os deputados, ex-aliados do governo Bolsonaro, Alexandre Frota (PSDB) e Fernando Holiday (DEM) estiveram na Catraca Livre e falaram sobre …