CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Juiz que censurou Porta dos Fundos absolveu Bolsonaro em ação

"Não vejo como, em uma democracia, censurar o direito de manifestação de quem quer que seja", escreveu o desembargador Benedicto Abicair

Por: Redação
Presidente Jair Bolsonaro
Crédito: Agência Brasil/Antônio CruzBolsonaro havia sido condenado a pagar R$ 150 mil pelas declarações

O desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível, responsável pela retirada do Especial de Natal do Porta dos Fundos, da Netflix, também absolveu o então deputado federal e atual presidente Jair Bolsonaro em uma ação em que ele foi condenado por comentários homofóbicos e racistas durante o programa CQC, da Band. A informação foi publicada nesta quinta-feira, 9, pelo jornalista Guilherme Amado, da revista Época.

Bolsonaro havia sido condenado em primeira e segunda instâncias a pagar R$ 150 mil pelas declarações feitas no quadro “O povo quer saber”. Na ocasião, ao ser questionado sobre o que faria se tivesse um filho homossexual, ele respondeu: “isso nem passa pela minha cabeça, porque eles tiveram uma boa educação. Sou um pai presente, então não corro esse risco”.

“Não iria porque não participo de promover os maus costumes, até porque acredito em Deus, tenho uma família, e a família tem que ser preservada a qualquer custo, senão a nação simplesmente ruirá”, disse o atual presidente ao responder sobre se participaria de um desfile gay.

No mesmo dia, ele também foi racista após ser questionado sobre o que faria se um de seus filhos se apaixonasse por uma mulher negra. Ele afirmou que “não iria discutir promiscuidade com quem quer que seja” e ainda declarou: “não corro esse risco e meus filhos foram muito bem-educados”.

Para absolver o então deputado, o juiz justificou que os comentários devem ser vistos como “liberdade de expressão” e que não deveria ter que pagar danos morais para isso.

“Não vejo como, em uma democracia, censurar o direito de manifestação de quem quer que seja. Gostar ou não gostar. Querer ou não querer, aceitar ou não aceitar. Tudo é direito de cada cidadão, desde que não infrinja dispositivo constitucional ou legal”, escreveu Abicair, que ressaltou que o CQC tinha um viés humorístico.

Censura ao Porta dos Fundos

A Justiça do Rio de Janeiro (RJ) censurou o Porta dos Fundos e exigiu a retirada do ar do “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”, de acordo com informações do colunista Ancelmo Gois, do ‘O Globo’. O filme cômico foi disponibilizado ao público através da plataforma de streaming, Netflix.

A decisão é do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível, a partir de uma ação da Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. Em primeira instância, o pedido havia sido negado.

“Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida”, concluiu o desembargador.

O especial de Natal está no ar desde dezembro. Nele, Jesus – interpretado por Gregório Duvivier – é surpreendido com uma festa de aniversário ao completar 30 anos, ao voltar do deserto acompanhado do namorado, Orlando (Fábio Porchat). O enredo gerou revolta de religiosos.

Em 24 de dezembro, a sede da produtora foi atacada com coquetéis molotov em retaliação ao especial que tem 46 minutos de duração. Um grupo de integralistas assumiu a autoria do ataque.

1
Bolsonaro prefere ser ‘do contra’ e luta sozinho contra o isolamento social
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), insiste em desafiar as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização …
2
E se Bolsonaro foi contaminado com coronavírus?
O que não passava de pura especulação e teoria da conspiração tem ganhado ares de verdade com novos capítulos envolvendo …
3
Coronavírus: Câmara aprova auxílio de R$600 para pessoas de baixa renda
A Câmara dos Deputados aprovou na quinta-feira, 26, uma medida que prevê o pagamento de R$600 para trabalhadores de baixa …
4
Bolsonaro e o coronavírus: um presidente na contramão do mundo
O pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite de terça-feira, 24, pegou de surpresa integrantes do governo e …
5
Entenda a MP da Morte: da polêmica e revogação por Bolsonaro até o erro de redação de Guedes
Em apenas uma canetada o presidente Jair Bolsonaro autorizou empresas a suspenderem contratos com seus empregados por 4 meses, sem …
6
Coronavírus no RJ: a situação dos transportes e dos comércios
O Rio de Janeiro adotou medidas mais severas para conter o avanço do novo coronavírus. O governador do estado, Wilson …
7
Eduardo Bolsonaro cria crise diplomática ao culpar a China pelo coronavírus
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) meteu o pé pelas mãos, botou a culpa do coronavírus totalmente na China e …
8
Coronavírus: Bolsonaro anuncia medidas de emergência para conter a doença
Durante uma live nesta quarta-feira, 18, O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou novas medidas na área econômica, na saúde …