Últimas notícias:

Loading...

MBL critica Bolsonaro e diz que corte no MEC deu força à esquerda

A série de tuítes ressalta que a pauta 'pegou gente de fora da bolha da esquerda' e que isso 'não é bom para o governo'

Por: Redação

O perfil do MBL (Movimento Brasil Livre) no Twitter fez críticas à forma como o presidente Jair Bolsonaro conduz a resposta da sociedade aos cortes na Educação.

Crédito: Reprodução/TwitterMBL critica posicionamento do governo sobre cortes no MEC

Segundo o movimento, o governo se “embananou todo com a história da balbúrdia, ficou uma semana em cima de uma narrativa falsa e [a] esquerda soube aproveitar, mesmo que com distorção, a oportunidade pra fazer uma de suas maiores mobilizações de rua desde o começo do impeachment”.

A série de tuítes ressalta que a pauta “pegou gente de fora da bolha da esquerda” e que isso “não é bom para o governo”.

O MBL também diz que o presidente “jogou” os manifestantes contrários ao corte no colo da esquerda ao chamá-los de “idiotas”.

Nesta quarta-feira, 15, mais cedo, Bolsonaro afirmou, em Dallas (EUA), que os estudantes que estão protestando contra o corte de verbas no Ministério da Educação são “idiotas úteis” e “massa de manobra” que seriam manipulados por uma minoria de “militantes” que estaria à frente das universidades federais.

“Podia ao menos ter chegado lá no começo e falado ‘não tem dinheiro pra Educação porque a Previdência tá tomando tudo. Com a reforma, vamos aumentar investimentos, taokei?’ A esquerda ia chiar de qualquer jeito, mas não ia ter muito o que argumentar”.

Compartilhe:

?>