Novos vídeos mostram trechos inéditos do assassinato de George Floyd

As imagens mostram a ação desde começo, na abordagem, até a morte do americano

Por: Redação

Imagens de câmeras usadas por dois dos policiais envolvidos no assassinato de George Floyd foram divulgadas nesta terça-feira, 4, pelo jornal britânico “Daily Mail”. Nos vídeos, trechos inéditos mostram a ação desde começo, na abordagem, até a morte.

Crédito: ReproduçãoNovos vídeos mostram trechos inéditos do assassinato de George Floyd

As imagens foram gravadas pelas câmeras presas aos uniformes dos policiais Thomas Lane e Alex Kueng. Eles foram os primeiros atender ao chamado do funcionário de uma loja que acusou Floyd de pagar uma compra com uma nota falsa de US$ 20.

Nos vídeos é possível ver que George Floyd, ainda dentro do carro com uma arma apontada pra cabeça, pede mais de uma vez “por favor, não atire em mim”. O policial diz que não vai atirar. Floyd diz que perdeu a mãe há pouco tempo e que está com medo porque já havia levado um tiro de um policial. De forma agressiva, o agente pede a ele para colocar as mãos no volante. Floyd sai do seu carro e é algemado.

Depois, as imagens mostram George sendo levado para o carro da polícia. Um dos policiais diz a ele: “Pare de cair”. Floyd aparece resistindo às tentativas dos policiais de colocá-lo no carro.

No momento em que ele é contigo pelos policiais e colocado no banco de trás, George Floyd começa a dizer que é “claustrofóbico” e pede “por favor” para sair de lá. Resistindo, ele acaba caindo para fora do carro. É quando os policiais tentam contê-lo. As próximas cenas são conhecidas.

O vídeo, de quase 30 minutos, foi entregue às autoridades pelo advogado de defesa de Lane, e o jornal não explica como teve acesso a ele. Em julho, um juiz permitiu que apenas algumas pessoas o assistissem dentro da corte e uma transcrição foi liberada. Uma investigação foi aberta para apurar o vazamento das imagens.

Para ver a tradução de tudo que é dito nas imagens, clique aqui.