PM é acusado de matar mulher e estuprar pelo menos outras sete

O policial militar Peterson Cordeiro responderá por feminicídio

Por: Redação | Comunicar erro
PM preso responderá por feminicídio
Crédito: ReproduçãoO PM Peterson Cordeiro responderá pelo assassinato de Renata Larissa

O policial militar Peterson da Mota Cordeiro está sendo acusado de matar uma jovem de 22 anos, e de estuprar pelo menos outras sete mulheres. De acordo com a polícia, ele costumava filmar seus atos.

Peterson é apontado como o principal suspeito pela morte de Renata Larissa Santos, de 22 anos, que estava desaparecida desde o fim de maio e teve o corpo encontrado na última quarta-feira, 1, às margens da BR 376, em São José dos Pinhais, no Paraná, estado onde o crime aconteceu. O PM foi levado para prestar depoimento, mas preferiu ficar em silêncio.

De acordo com a delegada responsável pelas investigações Eliete Kovaluk, da Delegacia da Mulher de Curitiba, o agente demonstra ser um homem violento e que, segundo um dos boletins de ocorrência registrados contra ele, o mesmo, enquanto abusava das vítimas, pedia para elas dizerem que “estavam sendo estupradas”.

“Pela conduta que ele apresentou, ele é uma pessoa muito fria. Ele nega o crime e admite que houve a relação, mas em uma situação de dominação dele sobre as mulheres”, declarou Eliete.

A polícia apreendeu aparelhos telefônicos do acusado, em que constavam vídeos e fotos das vítimas dos estupros. A maioria dos casos foram cometidos nas redondezas do Zoológico, no bairro Alto Boqueirão, na capital paranaense, conforme informações do site “Paraná Portal”.

Conforme esclarecimentos da delegada, Peterson costumava atrair suas vítimas através das redes sociais e se mostrava uma pessoa dócil, amistosa. “Ele procurava ganhar a confiança da vítima, se mostrando ser uma boa pessoa, de boa índole. Ia buscar as vítimas em casa”, relatou.

Ainda segundo as autoridades, o policial militar nega que tenha praticado crime e afirma que todas as relações que manteve foram consensuais.

“Na cabeça dele, ele acredita que não cometeu o crime, contudo ele não aceitava o fim do consentimento da vítima. Se de alguma forma a vítima se negava, ele partia para o lado mais violento”, disse Eliete.

Anteriormente, Peterson da Mota Cordeiro estava sendo acusado pelos estupros de algumas mulheres. Agora, ele também responderá por homicídio, pela morte de Larissa. Segundo a polícia, havia fotos e vídeos nos aparelhos telefônicos do acusado, que comprovam que ele seria o responsável pelo desaparecimento da jovem.

“Na verdade, nós chegamos nessa investigação por acaso. Nós estamos investigando vários casos de estupro na delegacia da mulher. A gente focou nos sinais particulares que as vítimas apresentavam, no caso dela [Larissa] foram as tatuagens. Nós então cruzamos os dados do desaparecimento da Larissa e a partir das fotos fizemos o mapeamento do local, com georreferenciamento dos celulares”, informou Kovaluk.

Além das acusações de estupro, como já mencionado, Peterson responderá por homicídio qualificado, ocultação do crime e feminicídio. Atualmente, o PM está preso temporariamente e teve a prisão preventiva solicitada.

As autoridades não sabem informar ao certo a quantidade de vítimas de Peterson Cordeiro e pede para que as mulheres que se relacionaram com ele e se sentiram obrigadas a manter relação, procurem a delegacia para registrar um boletim de ocorrência.

Compartilhe:

1 / 8
1
04:17
Estadão, Folha e O Globo apontam possível queda de Bolsonaro
Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo - de maior circulação no país - …
2
04:56
Maconha e nudez usadas no WhatsApp contra universidades
Entenda como o pensamento de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, impactou e instaurou uma crise generalizada em uma …
3
03:22
Teoria da conspiração associa facada em Bolsonaro ao filho Carlos
Teorias conspiratórias são, por definição, baseadas na irrealidade. Em alguns casos, em loucura. Mas uma em especial tem ganhado destaque …
4
04:04
Justiça quebra sigilo bancário de Flávio Bolsonaro e Queiroz
As acusações envolvendo esquemas de corrupção no gabinete de Flávio Bolsonaro estão ganhando um novo capítulo. Pedra no sapato do …
5
02:52
Bolsonaro diz que vai indicar Sergio Moro para vaga no Supremo
O presidente Jair Bolsonaro se comprometeu em indicar o ministro Sergio Moro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal. A …
6
03:41
Movimentos estudantis convocam ato contra os cortes na educação
Um ato marcado para esta quarta-feira, 15 de maio, promete mobilizar secundaristas, universitários, pós-graduandos, professores e outros profissionais contra os …
7
06:06
A construção do papel de mãe para quem opta pela adoção
O depoimento de Rosangela Ferreira faz parte do especial Mãe não é tudo igual, que destaca que cada maternidade tem …
8
06:33
O drama de retornar ao trabalho após a licença maternidade
O depoimento de Maria da Conceição faz parte do especial Mãe não é tudo igual, que destaca que cada maternidade …