Desenvolvimento infantil: a importância da arte para as crianças

Cada rabisco infantil é uma história, possui um contexto, é a demonstração de que o ser humano é predisposto a criar

Por: Redação
Crédito: Getty Images/iStockphotoA arte para as crianças pode ser vista de diversas formas, seja por meio do desenho, da dança, da invenção de histórias ou outras formas de manifestação

Você se lembra de como é enxergar o mundo pelos olhos de uma criança? Difícil, não é mesmo? Então, vamos começar analisando os adultos, que costumam segmentar suas iniciativas por área — caminhar, escrever, cantar, ver TV, aprender coisas novas, observar a natureza e assim por diante.

Até aí tudo bem, certo? Mas e no mundo infantil, como acontece? Nessa realidade, tudo está conectado, o que faz com que uma atividade seja continuação da outra. A arte surge, então, como uma manifestação natural no universo infantil.

Afinal, não há método a ser seguido, tampouco hierarquia. Nesse cenário, há apenas a vontade e o impulso de expressar percepções ainda em construção.

Já deu para perceber ao menos um pouquinho sobre a importância da arte na educação infantil, certo? Mas como será que ela efetivamente ajuda no desenvolvimento dos pequenos? Confira a seguir nossas considerações sobre o assunto!

  • A importância da arte para o desenvolvimento infantil

A arte pode ser vista de diversas formas, sendo algo muito amplo, e com isso traz consigo diversas vantagens, principalmente para as crianças que a praticam, seja por meio do desenho, da dança, da invenção de histórias, ou até mesmo do próprio consumo de tudo que foi citado, como na leitura de livros.

Nesse sentido, mostraremos como geralmente a arte passa pela vida de um bebê, e em cada fase mostraremos as vantagens desse saber. Portanto, fique atento, pois logo adiante estão os impactos desse conhecimento para a formação do jovem.

  • Os rabiscos como prenúncio da escrita

Você já parou para pensar que fazer rabiscos no papel é uma forma de treinar as habilidades que serão necessárias mais tarde, na hora da escrita? Antes de desenvolverem a fala e a escrita, nossos ancestrais também desenhavam sua interpretação do mundo nas paredes das cavernas, está lembrado?

O fato é que cada letra do alfabeto nada mais é que um desenho padronizado. Desenhar, portanto, seja com pincéis, lápis de cor, giz de cera ou até com os próprios dedos, auxiliará na formação de palavras na fase da alfabetização.

Fase essa que é uma das mais importantes na formação do saber da criança, pois ela é basicamente o início de seu aprendizado sobre o mundo, possibilitando que o jovem estimule a criatividade por outros métodos, como a leitura.

E não se esqueça: mesmo depois de alfabetizado, seu filho não só pode como deve ser incentivado a continuar se expressando por meio da arte, ok?

  • A arte como expressão das emoções

À medida que a criança compreende o funcionamento do mundo, vai buscando mecanismos para se expressar em relação a ele. Obviamente, emoções fazem parte da nossa jornada de vida. O detalhe é que na infância tudo é novo!

Não há, nessa fase, categorizações ou reações automáticas. Quando um bebê sente dor de barriga, chora. Quando ele se sente feliz, sorri. Simples assim. Ao longo do tempo, ele vai adquirindo outros meios de colocar para fora o que sente. E é aí que entram ações como cantarolar, desenhar, pintar, dançar e inventar personagens.

Por meio da arte, a criança comunica sua interpretação da realidade que a cerca e também seu estado emocional, mostrando como ela se sente e como o mundo a afeta, tanto de forma positiva quanto de forma negativa, portanto é bom ficar atento para os sinais que o bebê demonstra, por mais simples que sejam.

  • A arte como trampolim para a criatividade

Além da capacidade de comunicar sentimentos, a arte também serve como um verdadeiro trampolim para o desenvolvimento da criatividade. As iniciativas artísticas, quaisquer que sejam suas naturezas, têm um papel importante no desenvolvimento intelectual infantil, intelectual infantil, devido às diversas qualidades da prática de atividades artísticas e suas influências na vida do jovem..

Isso porque a expressão artística tem a ver com imaginação, com a capacidade de enxergar o mundo além do óbvio, de pensar fora da caixa e elaborar alternativas para problemas.

Cada rabisco infantil é uma história, possui um contexto, é a demonstração de que o ser humano é predisposto a criar desde a mais tenra idade, com os instrumentos que estiverem à disposição. Por isso, lembre-se: a escola não deve ser o único lugar onde a arte é incentivada e celebrada!

Para saber mais sobre o assunto, confira a matéria completa no blog Novos Alunos. 

Compartilhe:

1
48:28
ENEM! Aulão de história na Catraca
Em ritmo de Enem, a Catraca Live, em parceria com a SAS plataforma de Educação, realizou uma série de Lives …
2
59:42
ENEM! Aulão de português na Catraca
Em ritmo de Enem, a Catraca Live, em parceria com a SAS plataforma de Educação, realizou uma série de Lives …
3
47:47
ENEM! Aulão de matemática na Catraca
Em ritmo de Enem, a Catraca Live, em parceria com a SAS plataforma de Educação, realizou uma série de Lives …
4
04:21
Weintraub usa o MEC para tentar tirar verbete da Wikipédia do ar
Uma matéria publicada pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou o peso …
5
01:46
Os erros de português mais absurdos do governo Bolsonaro
A língua portuguesa não é bem o forte da gestão Bolsonaro. Vários nomes importantes do governo já escorregaram no idioma …
6
02:13
O estilista que ensina de crochê em penitenciária masculina
O projeto Ponto Firme, criado pelo estilista Gustavo Silvestre, tem como objetivo transformar a vida de detentos de uma penitenciária …
7
03:24
1ª diretora trans de uma escola pública em São Paulo
Paula Beatriz de Souza é a 1ª diretora trans de uma escola pública em Sã Paulo. Ela superou preconceitos para …
8
01:08
Maior Sarau do Mundo – Lia
Participe você também do projeto do Catraca Livre que quer montar o maior sarau virtual do mundo. Clique aqui e …