Estude em casa: plataformas de educação liberam conteúdos de graça

Ferramentas gratuitas que apoiam alunos e professores nesse período de suspensão de aulas

Por: Redação

Em tempos de coronavírus o acesso ao conhecimento não pode parar. Universidades e escolas em todo o mundo estão com as aulas suspensas por conta do surto da doença. E para que os estudantes sigam aprendendo de suas casas algumas plataformas educacionais liberaram seus conteúdos ou recursos de forma gratuita.

Além disso, o Ministério da Educação (MEC) liberou as instituições federais de ensino superior a substituírem as aulas presenciais pela modalidade à distância por 30 dias. Em São Paulo, por exemplo, foi desenvolvido um aplicativo para que os alunos estudem em casa durante o recesso provocado pela Covid-19.

Confira abaixo recursos ou plataformas para o estudo em casa:

O SAS Plataforma de Educação realiza diariamente aulas ao vivo e totalmente gratuitas. A ação conta com professores de escolas parceiras, com conteúdo direcionado aos estudantes do 6º ano do fundamental até a 3ª série do ensino médio.

Somente na base de mais de 860 escolas que utilizam o sistema, estima-se chegar a mais de 100 mil alunos, mas o impacto pode ser maior, uma vez que as aulas serão de livre acesso para os mais de 20 milhões de estudantes brasileiros de escolas públicas e privadas que cursam os anos finais do ensino fundamental e médio.

A plataforma de cursos online disponibiliza por 30 dias (que pode ser prorrogado) todo o seu catálogo de ensino de forma gratuita. Para ter acesso, basta criar o seu login e já está apto para utilizar os serviços.

Dentro desse plano de auxílio ao aluno, foram liberados mais de 5 mil videoaulas e 30 mil bancos de exercícios. O aluno também pode estudar as últimas edições da prova do Enem, apostilas e blogs.

O centro de ensino disponibilizou diversas opções de cursos gratuitos, desde os avançados como Big Data aos clássicos do dia a dia, em finanças, design, marketing, entre outros. A experiência de aprendizado é similar a uma plataforma de streaming. O aluno escolhe o curso, tem uma lista de favoritos disponível, certificação e outros detalhes em tempo real.

Com 25 mil horas de conteúdo e 8 mil livros, o LIT, plataforma digital de educação executiva da Saint Paul Escola de Negócios, liberou gratuitamente o acesso de 100% dos seus cursos por 30 dias para quem se cadastrar no site até o dia 30 de abril.

O estudante encontrará cursos nas áreas de negócios, liderança, digital, finanças, marketing, gestão e inovação, todos com certificação. Utilizando a metodologia onlearning, a plataforma conta, ainda, com a personalização do ensino com o Paul, o primeiro tutor do mundo a utilizar a tecnologia de inteligência artificial IBM Watson para potencializar a aprendizagem durante toda a jornada profissional do aluno.

A edtech, que ensina inglês com o uso de uma inteligência artificial no WhatsApp, oferecerá gratuitamente sua plataforma de aprendizado e aulas ao vivo com tutores do mundo inteiro.

A ação é válida para qualquer estudante do Brasil até 17 de abril, podendo se estender. O serviço engloba conteúdo para todos os níveis do idioma, aulas online com tutores internacionais e correção em tempo real sobre a pronúncia dos alunos no inglês. Saiba como se inscrever.

Crédito: IStock/Pollyana VenturaRecursos que ajudam alunos e professores

O projeto, focado no desenvolvimento pessoal e profissional de jovens, liberou para o público todos os seus cursos online pagos de forma gratuita. É preciso realizar a inscrição no curso de seu interesse. “Decisão de Carreira”, “Produtividade”, “Processos Seletivos” e “Autoconhecimento Online” são alguns dos cursos disponíveis.

Em função das medidas preventivas que devem ser tomadas a respeito do coronavírus, o Sistema Positivo de Ensino também disponibiliza, gratuitamente, aulas online para todos os alunos da educação infantil, ensino fundamental 1 e 2 e ensino médio. As aulas estarão disponíveis no canal no Youtube e serão abertas ao público.

A Faber-Castell decidiu oferecer em sua plataforma de cursos online todos os cursos de desenho, de forma totalmente gratuita. Ao todo são 17 opções, não só para as crianças, mas também para os adultos.

Os cursos podem ser realizados de forma individual ou conjunta com os familiares, incentivando assim a interação entre todos. O objetivo é usar traços, desenhos e cores para estimular o pensamento criativo.

Os materiais básicos indicados para os cursos online são lápis, borracha e lápis de cor. Mas a ideia é que, caso tenham vontade, os participantes incorporem outros itens às atividades.

Todo o conteúdo da Casa do Saber On Demand também estará disponível gratuitamente para todos os usuários pelos próximos 30 dias. Para acessar, é preciso login na plataforma com seu e-mail e senha já cadastrados.

Além de recursos como o Hangouts (para chamadas em voz e vídeo) e Sala de Aula (para a gestão de aprendizagem), o Google disponibilizou uma série de tutoriais para auxiliar escolas e educadores a usarem suas ferramentas. Os conteúdos trazem dicas para aprimorar o ensino a distância, como construir aulas interativas e gerenciar online os trabalhos em grupo.

Com intuito de minimizar o impacto que o coronavirus pode causar no ensino brasileiro, a Samba Tech disponibiliza recursos tecnológicos e transmissão ao vivo, de forma gratuita, para que escolas, instituições públicas, alunos e profissionais de ensino possam interagir entre eles e disseminar o conhecimento para todo o Brasil.

Coronavírus: OMS e Enap oferecem curso gratuito sobre a doença

Com a suspensão das aulas, a plataforma mobile de aprendizagem (que usa a gamificação para estimular os usuários a se envolverem com conteúdos educacionais) poderá ser utilizada de graça durante três meses. Ideal para que professores, escolas públicas e privadas e alunos possam continuar suas atividades à distância até a normalização das aulas.

A empresa brasileira especializada em biometria facial vai disponibilizar gratuitamente o serviço de autenticação facial para as instituições de ensino e alunos que optarem por dar continuidade às aulas, atividades ou provas no sistema EAD. O benefício proporcionado pela empresa terá duração de três meses.

A startup atua como parceira do Google for Education e colocou suas soluções à disposição gratuitamente para que estudantes brasileiros não fiquem sem conteúdo durante a fase de contenção do Covid-19.

Ela desenvolveu duas ferramentas para deixar o ensino-aprendizado da matemática mais divertido: o Matematicando, jogo educativo digital que utiliza a cor como gatilho de memória e promove exercício neurolinguístico; e o Geometricando que, por meio de realidade virtual, reconhece formas geométricas regulares.