Ana Maria Braga anuncia que está curada do câncer

Apresentadora disse ainda que parou de fumar de vez

Por: Redação

Ana Maria Braga deu uma ótima notícia ao público sobre seu estado de saúde, durante o Encontro, da Globo, nesta sexta-feira, 24. A apresentadora informou que está curada do câncer no pulmão, que foi diagnosticado em janeiro de 2020.

ana maria braga encontro com fátima bernardes
Crédito: Reprodução/GloboAna Maria Braga entrou ao vivo no Encontro para dar a notícia ao público

Feliz da vida em um papo descontraído com Fátima Bernardes, a veterana disse que passou por uma nova bateria de exames, após a quarta sessão de quimioterapia, e um exame de imagem que mapeia as substâncias químicas radioativas no organismo.

“Fui fazer os exames para saber em que pé tava, se tinha dado certo. Ontem, quando terminei o pet-scan, o pessoal que participou do exame de imagem, saiu aplaudindo. Sumiu tudo!”, disse a comunicadora. “Agora saio de um tipo de quimio, faço a quimio, mas de um tipo diferente. É colocar instrumentos para seu próprio organismo crie os anticorpos. Continuo fazendo o tratamento para garantir que todas as células foram embora. E é partir para a comemoração da vida”, completou.

Ana Maria ainda comemorou que parou de fumar de vez: “Estou num recorde de audiência do cigarro”.

FATORES DE RISCO PARA CÂNCER DE PULMÃO

O tabaco fumado em qualquer uma de suas formas causa até 90% de todos os cânceres de pulmão. Os produtos de tabaco que não produzem fumaça também são responsáveis pelo desenvolvimento de câncer de cabeça, pescoço, esôfago e pâncreas.

O risco também é aumentado para fumantes passivos, que são pessoas que convivem com fumantes em ambientes fechados respirando as mesmas substâncias tóxicas que o fumante inala.

SINTOMAS

Os sintomas de câncer de pulmão variam de pessoa para pessoa, mas vale dizer que – nas fases iniciais – nem sempre é possível perceber os sinais.

Instituto Nacional de Câncer (Inca) lista os mais comuns:

-Tosse persistente;
-Escarro com sangue;
-Dor no peito;
-Rouquidão;
-Piora da falta de ar;
-Perda de peso e de apetite;
-Pneumonia recorrente ou bronquite;
-Sentir-se cansado ou fraco;
-Nos fumantes, o ritmo habitual da tosse é alterado e aparecem crises em horários incomuns.

A nicotina é considerada pela OMS uma droga psicoativa que causa dependência. De acordo com o Inca, a nicotina age no sistema nervoso central como a cocaína, com uma diferença: chega em torno de 7 a 19 segundos ao cérebro. Por isso, o tabagismo é classificado como doença e está inserido no Código Internacional de Doenças (CID-10).