Bruna Surfistinha é xingada após questionar Bolsonaro e debocha na web

A famosa ex-garota de programa passou a ser xingada por apoiadores do presidente após perguntar sobre os depósitos de Queiroz

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A empresária e escritora Raquel Pacheco, mais conhecida como Bruna Surfistinha – nome que usava quando era garota de programa – foi xingada nas redes sociais, após participar da mobilização na internet que questionou o presidente Jair Bolsonaro sobre os depósitos de Fabrício Queiroz na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro, neste domingo, 23.

Bruna Surfistinha Bolsonaro
Crédito: Reprodução/Instagram e Agência BrasilBruna Surfistinha é xingada após questionar Bolsonaro e debocha na web

Bruna também reproduziu a pergunta do repórter do jornal O Globo que foi ameaçado por Jair Bolsonaro. “Presidente Jair Bolsonaro, por que sua esposa Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?”, tuitou Surfistinha.

Esse foi o questionamento que levou Bolsonaro a afirmar que queria “encher” a boca do repórter do jornal O Globo de “porrada”.

Após ter questionado Bolsonaro, participando do movimento que viralizou nas redes sociais, nesta segunda-feira 24, Bruna Surfistinha revelou que passou a ser alvo de ataques bolsonaristas no Twitter. Eles a ofenderam com inúmeros xingamentos, mas Raquel Pacheco não se importou e fez questão de comunicar isso em um novo post no seu perfil.

“Quenga, prostituta, puta, vadia… esses foram alguns dos elogios que recebi após meu post cobrando resposta do presidente. Não, senhor machista, você não vai me ferir com estas palavras. Sou tudo isso com orgulho. Continua que tá pouco”, escreveu a empresária.

Essa não é a primeira vez que Bruna Surfistinha fala contra Bolsonaro. Em 2019, ela rebateu as declarações do presidente, de que não pode “admitir que com dinheiro público se façam filmes (como esse)”, referindo-se ao longa de inspirado em sua vida, lançado em 2011, com Deborah Secco na pele de Raquel.

“Sobre mais uma infeliz declaração do Bolsonaro, eu digo que ele, antes de fazer juízo de valor sobre os outros, deveria cuidar da moral da própria família, e ainda do nosso país. Afinal, ele está cuidando demais do que não precisa e fazendo pouco do dever dele principal, que é ser presidente”, declarou Bruna Surfistinha na época.