Últimas notícias:

Loading...

Dani Calabresa fala pela 1ª vez do assédio sexual que sofreu de Marcius Melhem

A atriz diz que fez a denúncia para recuperar sua saúde mental

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A atriz Dani Calabresa usou as redes sociais na tarde desta sexta-feira, 4, para quebrar o silêncio sobre o assédio sexual e moral que sofreu do humorista Marcius Melhem.

Em publicação feita em seu perfil do Instagram, Dani diz que nunca quis ser vista como vítima e que fez a denúncia para recuperar sua saúde mental.

Dani Calabresa
Crédito: Montagem/Divulgação TV GloboDani Calabresa quebra silêncio após denúncias de assédio sexual que sofreu de Marcius Melhem

A atriz conta ainda que escolheu denunciar o caso de assédio sexual e moral primeiro aos órgãos internos da Globo. Ela também relatou ter sentido medo e vergonha, mas incentivou que outras vítimas façam o mesmo.

“Tomei as medidas cabíveis para conseguir ajuda. Tudo é muito difícil, dá medo, vergonha, mas temos que lutar por respeito e justiça. Não passarão. Assédio é crime!”, escreveu. Leia a íntegra mais abaixo:

O desabafo de Dani Calabresa ocorre após a publicação de uma reportagem da revista Piauí, assinada por João Batista Jr, que revelou em detalhes os episódios em que a artista foi assediada sexualmente por Marcius Melhem.

Leia a íntegra do desabafo de Dani Calabresa

“Nunca quis ser vista como uma mulher assediada. Mas pra recuperar minha saúde precisei me defender. Nunca procurei a Imprensa. Tomei as medidas cabíveis pra conseguir ajuda. Tudo é muito difícil, DA MEDO, vergonha, mas temos que lutar por respeito e justiça. Não passarão. Assédio é crime!

Obrigada pelas msgs de apoio🌸🙏 agradeço demais a Manô Miklos e a dra Mayra Cotta pelo apoio. E preciso declarar aqui todo meu amor e gratidão a Maria Clara Gueiros❤️👏🏻 minha amiga do meio artístico que me apoiou desde o início! Que mulher maravilhosa! Amorosa! Justa! (E hilaria!😍) @mcgueiros ❤️

Toda minha solidariedade às mulheres que passam por isso e têm medo de denunciar😰🙏 É impressionante a luta que uma mulher precisa travar pra provar que é vítima. DENUNCIEM!!!

Como denunciar caso de assédio sexual

  • Peça ajuda a quem estiver por perto e acione policiais que estiverem no local. Depois, registre um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima. Casos assim não podem ser registrados por boletim de ocorrência online;
  • Guarde todas as informações que conseguir referentes ao assédio: anote o dia, horário e local, nome e contato de testemunhas, características do agressor, tire fotos, filme etc. Verifique também se há câmeras no local do crime, pois, a partir disso, as imagens poderão ser solicitadas. Quando fizer o boletim de ocorrência ou qualquer outro tipo de denúncia, é importante levar o maior número de provas do ocorrido. Isso inclui vídeos e fotos no celular, testemunhas, conversas em redes sociais, entre outras. As autoridades policiais precisam de material para conduzir a investigação e a depender do caso, repassar para o Ministério Público. Muitos casos não seguem por falta de provas ou falta de indícios de quem é o autor;
  • Infelizmente, é comum o uso de drogas como “Boa Noite Cinderela” e outras para que a vítima fique sonolenta e mais suscetível ao estupro. Caso o abuso tenha ocorrido através desta prática, é importante que a vítima faça o Exame Toxicológico (através de exame de sangue e urina) em no máximo 5 dias após a ingestão. O ideal é realizar o exame o quanto antes possível;
  • Você pode fazer uma denúncia pelos telefones da Polícia Militar (190) e do Disque 180;
  • É importante ressaltar que a autoridade policial não pode se recusar a registrar a ocorrência. Infelizmente, há casos em que a autoridade policial tenta dissuadir a vítima de fazer o boletim. Caso isso aconteça, registre uma reclamação na ouvidoria do órgão em que ocorreu a recusa. Sendo ineficaz, procure o Ministério Público local para denunciar a recusa e o crime.

Compartilhe: