De saída do SBT, Sheherazade manda indireta para Flávio Bolsonaro ao vivo

A apresentadora do "SBT Brasil" está com os dias contatos na emissora de Silvio Santos

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Com a saída confirmada do SBT, a jornalista Rachel Sheherazade mandou uma indireta para o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na edição desta terça-feira, 8, do “SBT Brasil“.

Ao apresentar uma reportagem sobre a operação Furna da Onça, que apura prática de rachadinhas na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), Sheherazade interrompeu o texto e disparou: “Não, rachadinhas não. A palavra certa é peculato. Crime de peculato na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro”. As informações são do site Na Telinha.

SBT demite Roberto Cabrini após mais de 11 anos de casa

rachel sheherazade
Crédito: Reprodução/SBTRachel Sheherazade não terá seu contrato renovando com o SBT

Rachel Sheherazade diz que foi dispensada do SBT por e-mail

Nas redes sociais, telespectadores apontaram que Rachel Sheherazade está aproveitando seus últimos momentos à frente do SBT Brasil. A jornalista, ex-crítica ferrenha dos governos do PT, passou a ser atacada por apoiadores de Bolsonaro por criticar o atual governo. As informações são do site Na Telinha.

Dispensa de Sheherazade

Ontem, o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, revelou que o SBT não irá renovar o contrato de Rachel Sheherazade.  A jornalista, que está há anos como apresentadora titular do jornal “SBT Brasil”, deve seguir no canal até final de outubro.

O alto valor do salário da jornalista pode ter sido o maior motivo da dispensa. Sem rendimentos divulgados oficialmente pelo SBT ou pelos contratados, estima-se que que Rachel recebe mais de R$ 200 mil mensalmente.

Vale ressaltar que além disso, Raquel Sheherazade vinha se opondo abertamente contra o governo Bolsonaro, irritando o patrão Silvio Santos.

Rachel Sheherazade deve ficar fora da grade de funcionários do SBT
Crédito: Reprodução/InstagramRachel Sheherazade deve ficar fora da grade de funcionários do SBT

Esclarecendo fatos

Em junho, quando os rumores da possível demissão começaram a circular na internet, Sheherazade foi a público falar sobre o assunto. Na época, ela falou que não poderia ser demitida por ser uma prestadora de serviço no regime PJ (Pessoa Jurídica).

“Por mais que algumas pessoas, são poucas pessoas, mesquinhas, maldosas, invejosas, por mais que elas desejem com tanta força, por mais que elas queiram, por mais que elas façam promessas, por mais que elas façam pressões, eu não posso ser demitida”, disse.

Ainda de acordo com a âncora do SBT, não existia nada sobre a demissão dela. “Tirem isso da cabeça, por acaso se eu e o SBT não queiramos mais trabalhar juntos, o que pode acontecer, nós vamos, simplesmente, esperar o final do contrato e não vamos renovar mais a nossa parceria. É simples assim”, relatou.

Compartilhe: