CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Demissão de Renato Aragão aponta privilégio branco em cima de Mussum

Internautas acreditam que Mussum, morto em 1994, era o melhor de Os Trapalhões, mas foi prejudicado por ser negro

Por: Redação

Renato Aragão foi demitido da Globo, após 44 anos contratado pela emissora, mas foi Mussum quem ganhou destaque nas redes sociais, nesta terça-feira, 30. Isso porque os internautas acreditam que Didi usufruiu de um privilégio branco para colher os louros do sucesso, segundo eles, conquistado por Mussum, humorista negro, alvo de racismo nos anos 80 e 90.

didi mussum
Crédito: Reprodução/GloboDidi e Mussum fizeram parte de Os Trapalhões, sucesso nos anos 80

Alguns seguidores acreditam que Aragão foi privilegiado por se manter como funcionário da Globo na ‘geladeira’ durante tanto tempo, visto que Mussum era o melhor da trupe de humoristas e o responsável pelo sucesso do time – também composto por Dedé e Zacarias.

Os fãs acreditam que se Mussum não tivesse morrido em 1994, a chance de ele conseguir ficar com um contrato de tantos anos na Globo sem trabalhar em nenhum programa era praticamente nula.

“Só pelo racismo que cometia com o Antônio Carlos (Mussum), Renato Aragão já era pra ter sido demitido da Globo há muito tempo. Muito privilégio branco continuar contratado no negócio sem estar gerando renda”, disse um usuário do Twitter. “A verdade é que depois do falecimento de Zacarias e Mussum, o Didi fez hora extra na TV. Era engraçado sim, mas sempre foi carregado por eles, assim como o Dedé”, escreveu outro.

Confira a repercussão abaixo:


Racismo: saiba como denunciar

Racismo é crime previsto pela Lei 7.716/89 e deve sempre ser denunciado, mas muitas vezes não sabemos o que fazer diante de uma situação como essa, nem como denunciar, e o caso acaba passando batido.

Para começar, é preciso entender que a legislação define como crime a discriminação pela raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, prevendo punição de 1 a 5 anos de prisão e multa aos infratores.

A denúncia pode ser feita tanto pela internet, quanto em delegacias comuns e nas que prestam serviços direcionados a crimes raciais, como as Delegacias de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), que funcionam em São Paulo e no Rio de Janeiro.

No Brasil, há uma diferença quando o racismo é direcionado a uma pessoa e quando é contra um grupo. Saiba mais como denunciar e o que fazer em caso de racismo e preconceito neste link.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.