Internautas culpam namorada por morte do ator de Chiquititas

Pessoas espalharam discurso de ódio contra uma das vítimas desta tragédia: Isabela Tibcherani

Por: Redação Comunicar erro

A repercussão do caso do assassinato de Rafael Miguel e seus pais, João Alcisio Miguel e Miriam Selma Miguel, tomou proporções tão grandes que agora Isabela Tibcherani, namorada do ator, está sendo culpada pela morte dos três.

Caso Rafael Miguel: saiba tudo o que se sabe até agora sobre o crime

Crédito: Reprodução/InstagramRafael Miguel, ex-Chiquititas, tinha 22 anos e foi executado pelo pai da namorada, Isabela

Diversos internautas usaram o Twitter nesta segunda-feira, 10, para atacar a jovem alegando que ela sabia que seu pai iria tentar contra a vida do namorado podendo, assim, evitar que a tragédia acontecesse.

“Você tem culpa, sim! Podia evitar que esse monstro fizesse isso”, disparou uma seguidora. “Se sabia que teu pai era um monstro, porque tu colocou a vida do Miguel em risco?”, questionou outra pessoa. “Foi ideia de quem ele ir aí avisar o seu pai?”, questionou outro, em tom de ironia.

Em contrapartida, alguns usuários do microblog se deram conta do absurdo que é culpar Isabela – uma das vítimas do crime de seu pai – e saíram em sua defesa.

“Gente, estou chocada! Parem de jogar a culpa nela! Ela é a vítima dessa história toda!”, disse uma internauta, indignada. “Você não tem culpa de ter um pai psicopata”, disse outro. “Ela nada tem a ver com isso. A culpa cai sobre o seu pai, um canalha, um covarde, um assassino”, completou mais uma.

TRAGÉDIA

Ator do último remake de “Chiquititas”, Rafael Miguel e seus pais foram assassinados, no último domingo, 9, no bairro da Pedreira, zona sul da capital paulista. O jovem tinha apenas 22 anos, seu pai João Alcisio Miguel, 52 anos, e sua mãe Miriam Selma Miguel, 50.

O crime aconteceu na residência de Isabela Tibcherani, de 18 anos, namorada de Rafael. Os três foram recebidos pela jovem e pela mãe dela. Enquanto conversavam, o pai da menina, o comerciante Paulo Curpertino Matias, de 48 anos, chegou em casa armado e atirou nas três vítimas, que morreram no local. O caso foi registrado como homicídio consumado no 98º DP.