Anvisa libera insulina inalável no Brasil

O produto é comercializado em pó, em cartuchos com três tipos de dosagem

Por: Redação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a comercialização da primeira insulina inalável do país, que pode substituir parte das injeções diárias dos diabéticos. Batizada de Afrezza, a nova insulina é um pó de inalação que tem efeito ultrarrápido.

Ao ser inalada, a substância chega ao pulmão e é absorvida pela corrente sanguínea, onde cumpre a função de reduzir os níveis de açúcar no sangue. Segundo o fabricante, esse processo dura cerca de 12 minutos.

insulina inalável
Crédito: DivulgaçãoO produto vem em cartuchos com três tipos de dosagem

Ainda não é possível encontrar o produto no Brasil, sua chegada está prevista para o o quarto trimestre deste ano. Nos Estados Unidos, o kit para um mês custa de US$ 150 a 400, dependendo da quantidade de doses. O que no Brasil equivale a R$ 580-1.550.

Apesar de ser uma alternativa possível, a insulina inalável não serve para todo paciente e tem limitações. Pessoas com problemas pulmonares e menores de 18 anos, por exemplo, não podem fazer uso do Afrezza. Além disso, o medicamento inalável não pode substituir todas as aplicações diárias de insulina.

pessoa segurando o aparelho de insulina inalável
Crédito: DivulgaçãoInsulina inalável deve chegar ao Brasil ainda este ano

Compartilhe:

Tags:#Saúde