Últimas notícias:

Loading...

Bebê nasce após mãe fazer transplante de útero na França

A doadora do novo órgão foi a mãe da mulher, avó da criança. Esse tipo nascimento após o transplante é a primeira vez que acontece na França

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A França registrou pela primeira vez no país o nascimento de um bebê após a mãe fazer transplante de útero. O anúncio foi feito pelo Hospital Foch, em Suresnes, região próxima a Paris.

O bebê é uma menina, que veio ao mundo na última sexta-feira, 12, pesando 1,845 kg. Segundo a equipe médica, a mãe e a criança passam bem.

Segundo a agência de notícias francesa AFP, a mãe, Débora, de 36 anos, nasceu sem o útero, uma condição chamada síndrome de Rokitansky, e por isso passou pelo transplante em março de 2019. A doadora foi a mãe dela, de 57 anos.

A síndrome de Mayer-Rokitansky , também conhecida como síndrome de Mayer-Rokitansky-Küster-Hauser, é uma condição incomum, com incidência de um para cada 4.000-5.000 nascimentos de meninas. Nesses casos,  há ausência de menstruação e dor abdominal recorrente.

O procedimento de transplante de útero é um recurso usado nessas situações, quando o útero é ausente, ou quando o órgão sofre algum dano, que impede a mulher de engravidar.

bebê nasce após transplante e útero da mãe
Crédito: Mmpile/istockTransplante de útero é um recurso para mulheres que nasceram sem o órgão

Também representa uma alternativa à barriga de aluguel, proibida na França. O primeiro nascimento do mundo após um transplante de útero ocorreu na Suécia em 2014.

A equipe que realizou o transplante na França já recebeu permissão para continuar seu trabalho com ensaios clínicos planejados em outras 10 mulheres nascidas sem útero.

Compartilhe:

Tags: #Maternidade