Casos de sífilis no Brasil aumentam em mais de 4.000%

Os jovens são os mais atingidos pela infecção sexualmente transmissível, de acordo com o Ministério da Saúde

Por: Redação

O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde aponta que o número de pessoas diagnosticadas com sífilis no Brasil teve um aumento de 4.000%  entre os anos de 2010 e 2018. Neste período, os registros foram de 3,8 mil para 158 mil.

A região Sudeste foi a que mais registrou casos, com 71.842 notificações (45,5%). A região Sul teve 36.808 (23,3%), o Nordeste registrou 26.644 (16,9%), o Centro-Oeste, 12.855 (8,1%) e o Norte notificou 9.890 casos (6,3%).

Em 2018, a maior parte das notificações de sífilis adquirida (transmitida sexualmente) ocorreu em indivíduos entre 20 e 29 anos (35,1%), seguidos por aqueles na faixa entre 30 e 39 anos de idade (21,5%).

De acordo com o relatório, as infecções sexualmente transmissíveis (IST) são consideradas um problema de saúde pública e estão entre as patologias transmissíveis mais comuns, afetando a saúde e a vida das pessoas em todo o mundo. Ainda segundo a pasta, essas infecções também têm um impacto indireto na facilitação da transmissão sexual do vírus da imunodeficiência humana (HIV).

corpo com marca de sífilis
Crédito: Roman Didkivskyi/istockOs primeiros sintomas são pequenas feridas nos órgãos sexuais e caroços nas virilhas

Doença infecciosa

A sífilis é causada pela bactéria Treponema pallidum e evolui em estágios. Em um primeiro momento, nos homens, podem aparecer pequenas feridas indolores na glande do pênis. Já nas mulheres, por conta da anatomia, as feridas podem estar mais profundas e, por isso, costumam ser de difícil percepção.

Cerca de oito semanas após a infecção, podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo, aumento de gânglios e febre. Essa é a chamada fase secundária da sífilis.

Se não tratada, a pessoa pode vir a ter a sífilis terciária, a fase mais grave da doença que pode inclusive levar a pessoa à morte.

Políticas de combate ao sífilis

O Ministério da Saúde vem executando diversas estratégias de abrangência nacional para o controle da sífilis no país, como a compra centralizada e distribuição de insumos de diagnóstico e tratamento, realização de Campanha Nacional de Prevenção e desenvolvimento de estudos e pesquisas voltados para o enfrentamento da sífilis no Sistema Único de Saúde (SUS).

enfermeiro aplicando penicilina em paciente com sífilis
Crédito: IStock/@piyaphunO tratamento para sífilis é gratuito e oferecido pelo SUS

O tratamento ofertado gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) melhora a qualidade de vida da pessoa com sífilis, além de interromper a cadeia de transmissão. O antibiótico mais comumente utilizado no tratamento é a penicilina benzatina (benzetacil), que mostra ótimos resultados.

O paciente em tratamento também deve ser acompanhado com exames clínicos e laboratoriais para avaliar a evolução da doença.

Como prevenir a sífilis

A transmissão da sífilis pode se dar por meio de relações sexuais vaginais, anais ou orais com parceiro contaminado;  pelo sangue contaminado e da gestante para o feto.

Assim como o HIV, a Gonorreia, o HPV e outras ISTs, o uso correto da camisinha feminina ou masculina nas relações sexuais é uma das medidas mais importante de prevenção da sífilis.

O acompanhamento das gestantes e parcerias sexuais durante o pré-natal também é importante no controle da sífilis congênita.

Compartilhe:

Tags: #doenca #dst
1
Câncer de próstata: saiba o que é e como se prevenir da doença
O câncer de próstata é o segundo tipo de tumor mais comum entre os brasileiros. De acordo com informações do …
2
03:38
Cuidados e prevenções para a saúde das mulheres
Dores menstruais parecem típicas, mas podem ser um sinal de endometriose. Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, …
3
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores. Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
4
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …
5
04:15
Quais são os sintomas que indicam diabetes?
Você sente uma fome excessiva, mas não consegue identificar o por quê? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e …
6
04:43
Quais são os sintomas da Esquizofrenia?
A esquizofrenia é um dos tipos da psicose, que é um sintoma que descreve condições que afetam a mente. Hoje, o …
7
03:10
Como os fatores sociais impactam a expectativa de vida
Saneamento básico e desemprego são alguns dos fatores que podem impactar diretamente com a nossa longevidade. Hoje, a Dra. Aline de …
8
01:28
Psicose: saiba como identificar
Pensamentos vagos e incoerentes? Como identificar um surto psicótico? Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, fala sobre os sintomas da …