Últimas notícias:

Loading...

Mãe relata luta de filho contra síndrome que estaria ligada à covid-19

Doença inflamatória misteriosa tem causado internações de crianças no Reino Unido; especialistas estudam possível relação com coronavírus

Por: Redação

Nesta semana, o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS England) emitiu um alerta sobre o aumento de crianças internadas em UTI em todo o país com síndrome inflamatória não identificada que pode ter relação com a covid-19.

De acordo com o governo britânico, não são muitos os casos. Até o momento, em torno de 20 crianças apresentaram essa condição, a maioria com menos de 5 anos. Uma delas é o filho de Gemma Brown que precisou ser levado às pressas ao hospital, no mês passado, depois de apresentar febre de mais de 40°C, além de manchas na pele.

manchas no corpo de criança
Crédito: Reprodução/FacebookMenino precisou ficar quase uma semana internado por causa de síndrome inflamatória grave

Bertie, de 2 anos, foi diagnosticado com a doença de Kawasaki, que é uma espécie de síndrome do choque tóxico, que causa inflamação nas paredes dos vasos sanguíneos e faz com que o sistema imunológico do corpo ataque seus próprios órgãos.

A mãe, porém, acredita que o filho tenha sido infectado pelo novo coronavírus já que sua família apresentou sintomas leves da doença pouco antes do menino adoecer. O diagnóstico do menino não foi confirmado porque, segundo ela, a realização do teste foi negada.

“Eu estava convencida de que havia uma ligação e estava implorando por um teste, mas eles me disseram que não havia necessidade de testar os menores de 5 anos”, disse Gemma ao jornal Mail Online.

Segundo ela, o menino precisou ficar 5 dias internado. “Foi horrível vê-lo assim. Ele não teve nenhum problema respiratório, mas ficou internado sozinho em uma enfermaria e, com certeza, havia crianças em piores condições no hospital. As lesões começaram a coçar, o que o deixou agoniado. A temperatura dele estava muito alta, e os médicos o monitoravam o tempo todo”, lembrou.



A reportagem ainda trouxe o relato da mãe de outra criança, que preferiu não se identificar, mas compartilhou fotos de sua filha de dois anos com o corpo coberto de manchas. A menina ainda aguardava o resultado do testes para coronavírus.

criança com manchas nas pernas
Crédito: Reprodução/FacebookCrianças apresentam erupções cutâneas e sintomas de gripe

Possível ligação com o coronavírus

O que intriga é que essa condição foi observada tanto crianças que testaram positivo para covis-19, bem como por aquelas que não tiveram a doença. Por isso, especialistas investigam se a condição que causa o estado inflamatório multissistêmico está ligada ao coronavírus ou a outro patógeno infeccioso ainda não identificado.

Além das manchas no corpo, característica da síndrome de choque tóxico, as crianças que precisaram ser internadas apresentavam sintomas semelhantes aos da gripe, além de dor abdominal, sintomas gastrointestinais e inflamação cardíaca.

Os especialistas investigam todos os casos para tentar  estabelecer se há ou não um vínculo entre essas manifestações e o vírus Sars-CoV-2.

Compartilhe: