Últimas notícias:

Loading...

Procedimento médico comum pode tornar contraceptivo menos eficiente

Pesquisa aponta para os riscos de falha contraceptiva causada por anestésico chamado sugammadex e sugere que mulheres sejam alertadas

Por: Redação

Pesquisadores do University College London Hospitals NHS Foundation Trust, de Londres, descobriram que um medicamento comumente usado em anestesia pode tornar o o contraceptivo menos eficiente, colocando as mulheres em risco de uma gravidez não planejada.

A droga é conhecida por interagir com o hormônio progesterona e pode reduzir a eficácia dos contraceptivos hormonais, incluindo a pílula só de progesterona, pílula combinada, implantes e DIUs

contraceptivo
Crédito: Megaflopp/istockPesquisa alerta para os riscos de falha contraceptiva causada por medicamento

Conhecido como sugammadex, o anestésico é administrado no final da cirurgia, antes do paciente acordar, para reverter a ação dos medicamentos que são administrados no início do procedimento para relaxar os músculos do paciente.

Pacientes não são informadas

Os pesquisadores entrevistaram 150 profissionais de saúde em um hospital do Reino Unido e descobriram que 70% deles  não discutem rotineiramente a interação medicamentosa com suas pacientes.

Na experiência dos autores, isso não é algo exclusivo do Reino Unido, mas provavelmente acontece em outros lugares.

A orientação dos pesquisadores é que os médicos devem informar as mulheres em idade fértil sobre o medicamento, já que, à medida que o sugamadex se torna mais barato, ele deverá ser ainda mais usado no futuro.

Ainda segundo os autores do estudo, o sugamadex é a única droga anestésica conhecida por ter esse efeito, de acordo com os médicos.

Compartilhe:

Tags: #Tratamento
?>