Risco de salmonela obriga recall de toneladas de frango

O recolhimento abrange 23 lotes de cinco produtos diferentes

Por: Redação | Comunicar erro
frango cru
Crédito: bit245/istockToneladas de frango já estão sendo recolhidas

A companhia de alimentos BRF anunciou um recall de lotes de frango in natura da marca Perdigão  após suspeita da presença da bactéria salmonela. Ao todo, a ação quer recolher 164,7 toneladas do produto produzido entre outubro e novembro de 2018, no abatedouro de Dourados (MS).

O problema foi identificado pelo controle de qualidade da própria empresa, que o comunicou à Anvisa e ao Ministério da Agricultura.

Segundo a BRF, se esses alimentos não forem “completamente fritos, cozidos, assados ou manuseados conforme descrito nas embalagens, a Salmonella enteritidis representa risco à saúde, podendo causar infecção gastrointesinal, cujos sintomas mais comuns são: dores abdominais, diarreia, febre e vômito.

Em comunicado enviado ao mercado, a companhia informou que iniciou o  recolhimento dos produtos em rota ou junto aos clientes no mercado interno e externo, e destacou um grupo de especialistas para investigar as origens do problema para evitar recorrência.

O recolhimento abrange 23 lotes de cinco produtos diferentes. São eles:

Cortes congelados de frango e sobrecoxa sem osso – lote (data de produção): 6.11.18; 911.18 e 10.11.18

Cortes congelados de frango – meio peito sem osso – lote (data de produção): 30.10.18; 7.11.18; 9.11.18 e 10.11.18

Cortes congelados de frango – filezinho (Sassami) – lote (data de produção): 30.10.18; 5.11.18; 6.11.18; 7.11.18; 9.11.18; 10.11.18 e 12.11.18

Miúdos congelados de frango – coração – lote (data de produção): 30.10.18; 5.11.18; 6.11.18; 7.11.18; 9.11.18; 10.11.18 e 12.11.18

Cortes congelados de frango – filé de peito – lote (data de produção): 30.10.18 e 9.11.18

frango da perdigão
Crédito: reproduçãoProdutos são todos da marca Perdigão

Os produtos em questão foram comercializados nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Caso o consumidor encontre produtos dos lotes suspeitos, deve entrar em contato gratuitamente pelo telefone 0800 031 1315 ou pelo e-mail recolhimento.sac@brf-br.com.

Para aumentar a segurança alimentar, a Anvisa tem um guia com orientações para preparações de alimentos. Confira aqui.

Compartilhe:

1 / 8
1
04:47
Entenda como o fogo na Amazônia virou uma crise internacional
O fogo que consome a Amazônia, maior floresta tropical do mundo, já representa 52,5% de todas as queimadas registradas no …
2
02:58
Como se prevenir de doenças
Você sabe o que são as doenças crônicas não transmissíveis? Hoje, a Dra. Aline Oliveira, médica de família, fala sobre ações …
3
03:13
Kinoplex: o cinema sem defeitos em São Paulo!
Quem disse que cinema de shopping é tudo igual? São Paulo acaba de ganhar um espaço exclusivo, com seis salas …
4
08:59
Vinicius Poit defende Salles como ministro do Meio Ambiente
O deputado federal Vinicius Poit (NOVO-SP) defendeu a permanência de Ricardo Salles como ministro do Meio Ambiente no Governo Bolsonaro. …
5
02:28
Quais são os sintomas que são gerados pelo estresse?
Com a correria do dia-a-dia somos facilmente pegos pelo estresse. E o nosso corpo indica sinais de que estamos fisicamente …
6
03:52
Surge o BolsoLula: os mesmos vícios da velha política brasileira
No vídeo, o jornalista Gilberto Dimenstein explica o conceito da expressão 'BolsoLula' e analisa as consequências da interferência política exercida …
7
04:15
Como os Beatles mudaram minha vida: parte 1
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
8
03:02
Jair Bolsonaro é louco, ignorante ou irresponsável?
O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento nesta quarta-feira, 21, apontando que ONGs poderiam estar por trás das queimadas na …