Últimas notícias:

Loading...

Mostra grátis de Steve McQueen ocupa o cinema do CCBB SP

Assista a 29 filmes relacionados ao astro, entre ficções e documentários. Saiba tudo:

Ouça este conteúdo

Até 29 de março de 2021

Segunda - Terça - Quarta - Quinta - Sexta

Diversos horários (conferir a programação)

Grátis

Símbolo da contracultura nos Estados Unidos, o astro Steve McQueen (1930-1980) é homenageado em uma mostra de cinema gratuita no CCBB SP. Entre os dias 22 de fevereiro e 29 de março, o público pode assistir 29 produções relacionadas a esse grande ator, entre ficções e documentários.

Steve McQueen - CCBB SP
Crédito: ReproduçãoSteve McQueen no filme “Nevada Smith”

O nome do evento não poderia ser outro: “Steve McQueen – The king of cool”. Isso porque o artista se destacou por seus anti-heróis, como o ladrão de luxo Thomas Crown (filme “Crown, o Magnífico”), o policial Frank Bullitt (filme “Bullitt”) e o jogador de poker Cincinnati Kid (filme “A Mesa do Diabo”), tornando-se “o rei dos descolados”, em oposição aos mocinhos das telonas.

Os espectadores têm acesso a obras-primas como “Papillon”, “Inferno da Torre”, “Sete Homens e um Destino”, entre outras. Sem contar os documentários “Steve McQueen”, de Gene Feldman, “Eu sou Steve Mcqueen”, de Jeff Renfroe, e “Steve McQueen: A essência do formidável”, de Mimi Freedman.

Para saber tudo sobre a programação da mostra, acompanhe o Facebook @ccbbsp, o Instagram @ccbbsp ou o site do centro cultural. Os ingressos devem ser reservados por meio desta plataforma.

Além do grande protagonismo na Sétima Arte – trabalhando em longas dirigidos por Robert Wise, Sam Peckinpah, Peter Yates, Norman Jewison, John Sturges e Don Siegel -, o ator foi um ícone da moda, influenciando o estilo de milhões de homens por décadas.

McQueen - CCBB SP
Crédito: ReproduçãoTodo o estilo de McQueen no longa “Bullitt”,

E se você acha pouco, saiba que ele também foi eternizado no mundo da música. Os Rolling Stones o mencionam na canção “Star Star” e Sheryl Crow compôs “Steve McQueen” para o ator. Mas não é só isso! Feras como Leonard Cohen, R.E.M., Beastie Boys, Blur, Boy George e Elton John também o citam em suas criações.

O sucesso de Steve McQueen foi tão estrondoso que ele se sentiu confortável para recusar trabalhos com cineastas como Coppola, Spielberg e Milos Forman. Dois de seus nãos foram notórios, para as produções “Apocalypse Now” e “Um Estranho no Ninho”.

Steven McQueen
Crédito: ReproduçãoSteve McQueen influenciou atores como Colin Farrell, Kevin Costner, Pierce Brosnan e Bruce Willis

Para garantir a segurança da equipe e dos visitantes, o CCBB SP adotou uma série de medidas sanitárias. O uso de máscara é obrigatório durante todo o tempo de permanência na instituição, a temperatura dos frequentadores será medida logo na entrada e a capacidade do cinema foi reduzida para 26 assentos. Saiba mais aqui.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


Programação virtual da mostra do Steve McQueen

Para complementar a programação, o Instagram do CCBB SP transmite três lives interessantes, todas comandadas pelo curador do evento Mario Abbade.

Tem um debate sobre a vida e a obra do homenageado; a aula magna “Steve McQueen – O Arquétipo do Anti-Herói de Poucas Palavras”, com a presença do ator Eriberto Leão; e a palestra “A narrativa cinematográfica em imagens – O que está por trás de cada cena”, com convidados especiais.

Fique de olho: também há exibição online de dois filmes em uma plataforma de streaming, com todos os recursos de acessibilidade.

Que tal outras dicas culturais imperdíveis?

 

Agência Fática

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.