CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Coronavírus: como cuidar de cachorros e gatos durante isolamento

A Catraca Livre consultou o Conselho Federal de Medicina Veterinária e a veterinária Camila Araujo Figueiredo para tirar as principais dúvidas sobre o tema

Por: Heloisa Aun

Cachorros e gatos podem ser infectados ou transmitir o novo coronavírus a humanos? Devo parar de passear com meu bichinho de estimação durante o período de isolamento? Posso ir ao veterinário? Nos últimos dias, foram muitas as dúvidas da população sobre a relação entre a covid-19 e os animais.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) explica que não há evidência significativa de que animais de estimação possam ficar doentes ou transmitir o novo coronavírus (covid-19), até o momento. No entanto, a recomendação é que pessoas infectadas evitem o contato com seus cães e gatos, estabelecendo a quarentena de convivência com eles.

cachorro e gato em sofá
Crédito: Willowpix / iStockVeja o que dizem os especialistas sobre coronavírus e animais de estimação

Nos últimos dias, fake news foram compartilhadas nas redes sociais sobre supostas vacinas caninas contra coronavírus. O Conselho Federal de Medicina Veterinária esclarece, em um vídeo, que existe o coronavírus canino, que atinge o trato gastrointestinal de cães, podendo desencadear um processo de diarreia e vômito, mas o homem é resistente a esse vírus. As vacinas múltiplas, como a V-8 e a V-10, imunizam o cachorro contra o corononavírus canino. Essas vacinas não podem ser aplicadas em humanos e não são eficazes contra a covid-19.

Assista abaixo:

O conselho também reitera a importância dos serviços veterinários e de nutrição animal para a saúde pública, especialmente na prevenção de doenças, no gerenciamento de emergências e enfrentamento de pandemias. Por isso, até segunda ordem, os médicos-veterinários podem manter o atendimento normal em clínicas e hospitais veterinários, mas com algumas ressalvas.

Para solucionar essas e outras perguntas, a Catraca Livre consultou o Conselho Federal de Medicina Veterinária e a veterinária Camila Araujo Figueiredo, voluntária da ONG Médicos do Mundo e responsável pela conta no Instagram Veterinando, para responder as principais questões e acabar com as fake news sobre o tema.



Confira abaixo:

Quais os motivos que levam os cães e gatos a pegar o vírus, mas não transmitir?

Camila Araujo Figueiredo: De acordo com os estudos mais recentes realizados em vários países, ainda não há comprovações de que os cães e gatos possam ser infectados com o vírus e muito menos de que são transmissores.

Fato que a medicina veterinária já previa, pois os agentes causadores de coronavírus nesses animais são considerados espécie-específicos, ou seja, cada espécie de vírus possui receptores exclusivos para cada espécie animal. Sendo o vírus da espécie CCoV específico para cães, o vírus FCoV específico para gatos e o vírus da espécie SARS-CoV 2 (causador da covid-19) específico para humanos. Contudo, os animais podem carrear uma carga viral, mesmo que mínima, para diferentes ambientes.

Posso levar meu cachorro para passear na rua ou deve ser isolado também? E para as pessoas diagnosticadas com coronavírus?

Camila Araujo Figueiredo: Por serem possíveis carreadores do vírus pelo ambiente, não é recomendado sair com animais para passeios, respeitando também a orientação de isolamento social, porém, pessoas saudáveis podem realizar passeios de curto período e distância, apenas para atender às necessidades fisiológicas. É importante evitar contato com outros animais e pessoas, buscando lugares menos aglomerados e os horários mais vazios.

Todas as pessoas com sintomas de gripe/resfriado e diagnosticadas com covid-19 devem evitar contato com os animais. A lavagem das mãos é indicada antes e depois do contato com os pets e somente se o contato for realmente necessário. Além de uso recorrente do álcool em gel e máscara.

Se o animal não transmite nem pega a covid-19, por que não posso ficar perto dele se eu estiver com o coronavírus?

Conselho Federal de Medicina Veterinária: Realmente, não há comprovação científica de que o animal transmita a covid-19, mas o tutor infectado, ao espirrar ou tossir, poderá espalhar partículas com vírus na pelagem do animal. Até o momento, não há informações de que o animal em si desenvolva a doença, mas se o pelo estiver contaminado e outra pessoa o tocar, não há garantia de que não haverá transmissão. Nesse momento de incertezas, todo cuidado faz a diferença para evitar o contágio.

Qual procedimento antes e após a saída com o bichinho na rua? É necessário higienizar as patas do cachorro?

Camila Araujo Figueiredo: Além das medidas básicas de higiene recomendadas às pessoas, o tutor deve desinfetar todas as áreas da casa o máximo de vezes que puder, inclusive aquelas que os animais mais frequentam. As patas dos animais podem ser limpas com produtos específicos de higiene animal.

Se precisar levar meu animal de estimação ao veterinário nesta época, quais os cuidados necessários?

Camila Araujo Figueiredo: Sempre evitar aglomerações, agendando a consulta por telefone ou celular para fugir de filas, levando o pet ao veterinário sem familiares ou amigos como companhias. Lembrando que consultas veterinárias virtuais são proibidas pelo Código de Ética do Médico Veterinário, sendo necessária a presença do tutor e seu animal na clínica, hospital ou pedido de consulta veterinária domiciliar.

Como devem ser as consultas veterinárias em domicílio?

Conselho Federal de Medicina Veterinária: Os médicos-veterinários devem redobrar os cuidados com a higiene; usar o máximo de material descartável possível, inclusive o jaleco; e reservar os resíduos para dar a destinação adequada, especialmente o material biológico. Assim como no atendimento em clínicas, orientar que apenas um tutor acompanhe a consulta para evitar concentração de pessoas.

Meu animal está internado. Posso visitá-lo?

Conselho Federal de Medicina Veterinária: Durante o período crítico de surto do coronavírus, recomenda-se que os tutores evitem visitar os animais internados. Também sugere-se que os serviços que não são de urgência e emergência sejam reprogramados, para não haver uma exposição desnecessária nesse momento crítico de propagação do novo coronavírus.

View this post on Instagram

🚨 Notícias falsas afirmando que animais transmitem COVID-19 estão circulando na internet. Com isso, muitas atitudes negativas como maus-tratos à animais, podem acontecer ou estão acontecendo! 👍 Este post foi produzido para que de uma forma mais didática, as pessoas possam compreender que os animais domésticos não devem ser acusados como trasmissores da doença (COVID-19) para os humanos. 🔍 Um teste em Hong Kong (China) detectou características virais do COVID-19 em um cão. Porém, com muitas pesquisas sendo realizadas em cima deste fato, os cientistas chineses confirmaram que não há evidência até o momento de que os animais domésticos (cães e gatos) são vetores desta espécie de vírus. ✌ Inclusive, as vacinas V8, V10, V11 ou V12 previnem os cães do coronavírus CCoV. ⚠ Contudo, as boas práticas de higiene são fundamentais antes e depois do contato com animais. Muitas zoonoses podem ser evitadas! • • • • • • ❤ COMPARTILHE ESTAS INFORMAÇÕES! • • • • • • ❎ Plágio além de imoral é crime! ❌ Se optar por compartilhar este post ou se basear nele, por favor, dê os devidos créditos, que está sob direito autoral da plataforma Veterinando. • • • • • • #coronavirus #covid19 #caes #gatos #animaos #vet #medvet #veterinando #veterinaria #vetbr #medveterinariabr #rafavet #futurosmedvet #medicinaveterinariabr #plantaomedvet #diariodeumveterinario #medvetlife #animaisdegrandeporte #grandeportemedvet #saudepublica #saudeunica #inspecao #silvestres #exoticos #silvestre_pe #petsilvestre #medvetlife

A post shared by VETERINANDO OFICIAL (@veterinandooficial) on

Devo dar banho nos bichinhos em casa para evitar ir ao pet shop?

Camila Araujo Figueiredo: O banho em pet shop é estritamente recomendado aos animais que mais demandam ajuda de profissionais (que costumam de ser os de raças grandes/gigantes e de pelagem longa). Preferencialmente, todos devem receber banho em casa a cada 15 ou 20 dias. De maneira geral, cães e gatos devem ser escovados semanalmente para facilitar o banho.

Dentro de casa, é necessário um cuidado especial?

Camila Araujo Figueiredo: Os brinquedos e objetos que os animais tiverem contato, além do ambiente, devem ser limpos regularmente com água e sabão, detergente, água sanitária, desinfetante ou álcool 70% líquido.

Em relação a outros animais, como gatos e os ratinhos (twister), quais as recomendações?

Camila Araujo Figueiredo: Deve-se tomar as mesmas boas práticas de higiene e contato restrito, evitando saídas dos gatos de casa com telas nas janelas e desinfecção dos brinquedos, objetos e ambiente destes animais.

Quais alternativas os tutores podem aderir no lugar do passeio na rua? Exercícios em casa, etc.

Camila Araujo Figueiredo: Sempre recomendo o enriquecimento ambiental dentro de casa, que consiste em disponibilizar uma variedade de brinquedos e atividades que demandam raciocínio e energia dos animais. Os pet shops já possuem inúmeras opções de entretenimento para os pets.

Não abandone os animais!

Conselho Federal de Medicina Veterinária: O abandono de animais é inaceitável e já era um problema de saúde pública no Brasil antes mesmo da ameaça do novo coronavírus, uma vez que cachorros e gatos errantes, sem vacinação e cuidados de saúde, além de indefesos, são potenciais transmissores de zoonoses, aquelas doenças transmitidas de animais para seres humanos, como raiva, leishmaniose, leptospirose, toxoplasmose e outras. Como afirmado anteriormente, não há ainda relação de transmissão da covid-19 por animais. Dessa forma, reforça-se a necessidade de que as pessoas pratiquem a guarda responsável, cuidem da saúde dos seus pets e mantenham as medidas necessárias para evitar a propagação de doenças.

Por: Heloisa Aun

Repórter de Cidadania na Catraca Livre. ("nossas costas / contam histórias / que a lombada / de nenhum livro / pode carregar" - Rupi Kaur)

1
Como vai funcionar a renda básica emergencial de R$ 600?
Os trabalhadores de baixa renda sem carteira assinada vão poder contar com uma renda básica emergencial do governo para lidar …
2
Bolsonaro prefere ser ‘do contra’ e luta sozinho contra o isolamento social
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), insiste em desafiar as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização …
3
E se Bolsonaro foi contaminado com coronavírus?
O que não passava de pura especulação e teoria da conspiração tem ganhado ares de verdade com novos capítulos envolvendo …
4
Coronavírus: Câmara aprova auxílio de R$600 para pessoas de baixa renda
A Câmara dos Deputados aprovou na quinta-feira, 26, uma medida que prevê o pagamento de R$600 para trabalhadores de baixa …
5
Bolsonaro e o coronavírus: um presidente na contramão do mundo
O pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite de terça-feira, 24, pegou de surpresa integrantes do governo e …
6
Entenda a MP da Morte: da polêmica e revogação por Bolsonaro até o erro de redação de Guedes
Em apenas uma canetada o presidente Jair Bolsonaro autorizou empresas a suspenderem contratos com seus empregados por 4 meses, sem …
7
Coronavírus no RJ: a situação dos transportes e dos comércios
O Rio de Janeiro adotou medidas mais severas para conter o avanço do novo coronavírus. O governador do estado, Wilson …
8
Eduardo Bolsonaro cria crise diplomática ao culpar a China pelo coronavírus
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) meteu o pé pelas mãos, botou a culpa do coronavírus totalmente na China e …