Doria relaxa quarentena e diz que SP está entrando no platô

Apenas 4 cidades do estado permanecem na fase vermelha de restrição total de atividades não essenciais

Por: Redação

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta sexta-feira, 10, a sexta atualização de fases da retomada econômica do Plano São Paulo. Ele prorrogou a quarentena até o próximo dia 30 de julho, mas relaxou as medidas, apontando que o estado está entrando no platô, que é quando uma pandemia chega ao pico e se mantém antes dos casos começarem a cair.

“Não apenas na capital, mas em todo o estado de São Paulo estamos ingressando no platô”, disse o governador em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual.

Segundo ele, isso pode ser notado ao observar, por exemplo, o número de óbitos do estado que permaneceu em queda durante duas semanas seguidas.

doria relaxa quarentena em SP
Crédito: Reprodução/TVDória prorroga quarentena até 30 de julho, mas anuncia flexibilização em várias cidades

Nova classificação de fases

Com a atualização da quarentena, nove regiões avançaram para fases menos rígidas de flexibilização de atividades e nenhuma regrediu. Apenas 4 cidades do estado permanecem na fase vermelha de restrição total de atividades não essenciais. São elas: Araçatuba, Campinas, Franca e Ribeirão Preto. Antes dessa atualização, 10 cidades estavam nesta fase mas rígida.

A Baixada Santista e partes da Região Metropolitana, que antes estavam na fase laranja, foram para a amarela.

Isso significa que essas regiões poderão reabrir bares, restaurantes, salões de beleza com 40% da capacidade, academias com 30% e expediente diário de até seis horas na próxima semana. Para isso, deverão seguir rígidos protocolos sanitários. A nova classificação vale a partir da próxima segunda-feira, 13.

doria relaxa quarentena e atualiza classificação de fases
Crédito: Divulgação/Governo do Estado de São PauloAtualização das fases do plano de retomada econômica

Na fase laranja estão dez regiões e uma sub-região metropolitana. As áreas de Bauru, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente e Sorocaba avançaram da fase vermelha, e permaneceram estáveis as de Araraquara, Barretos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Taubaté e a sub-região Norte (Franco da Rocha) da Grande São Paulo.

A etapa laranja permite funcionamento com 20% da capacidade de atendimento presencial em escritórios em geral, imobiliárias, comércio de rua, shoppings e concessionárias. A abertura é restrita a quatro horas diárias, todos os dias, ou seis horas durante quatro dias e fechamento por outros três.

Segundo Doria, a estratégia adotada no estado até agora tem sido bem-sucedida, o que permite o avanço gradual e controlado da quarentena e flexibilização de atividades na maior parte do interior, litoral e Grande São Paulo.

Abertura de parques

Na coletiva de imprensa, Doria também anunciou a reabertura dos parques estaduais, cada um com seu protocolo e com datas específicas de retorno.

Os parques estaduais urbanos Villa-Lobos, Candido Portinari, Água Branca e Ecológico do Tietê funcionarão de segunda a sexta, das 10h às 16h. Os visitantes apenas poderão entrar nos parques para atividades físicas individuais como corridas, caminhadas, ciclismo, entre outras.

O mesmo horário será seguido pelos parques estaduais naturais Jaraguá e Cantareira (Núcleo Pedra Grande), cujas visitas deverão ser agendadas com antecedência mínima de 24 horas por meio do Site da Fundação Florestal.

Já o Zoológico, Zoo Safari e Jardim Botânico estarão abertos de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h; sábados, domingos e feriados das 9h às 16h, com restrição de 50% dos ingressos.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Testes com a vacina do Butantan

O governador João Doria também comentou sobre a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Segundo ele, a seleção dos 9 mil voluntários que participarão dos testes começa na semana que vem.

Os testes acontecerão em São Paulo e Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná, além do Distrito Federal. Parte dos participantes receberá a vacina e outro grupo vai receber um placebo, sem efeito. O objetivo é verificar se há o estímulo à produção de anticorpo para proteção contra o vírus.

A vacina recebeu autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para o início da fase 3 de testes nesta semana. Saiba os detalhes no link abaixo: