Eleições 2020: o que você precisa saber sobre Guilherme Boulos

Guilherme Boulos volta ao pleito eleitoral em disputa à prefeitura de São Paulo

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Guilherme Boulos ganhou projeção nacional nas eleições de 2018, quando se candidatou à Presidência da República pelo PSOL. Aos 36 anos, se tornou o postulante mais jovem à disputa do Palácio do Planalto.

Professor e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), volta ao pleito eleitoral em 2020. Desta vez à Prefeitura de São Paulo, tem apoio de uma vice de peso no cenário político nacional, a ex-prefeita e deputada federal, Luiza Erundina (PSOL).

Para as eleições municipais, Boulos terá apoio do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e da recém-criada Unidade Popular (UP). Conta ainda com o apoio de artistas, intelectuais e demais personalidades ligados à agenda esquerdista.

Crédito: Alessandra Petraglia / Catraca LivreAos 38 anos, Boulos também é ativista da organização política Frente Povo Sem Medo 

Pesquisas

Em meio às pesquisas recentes sobre intenção de votos, Guilherme Boulos oscila entre o terceiro e quarto lugar na disputa, com apoio de % dos entrevistados_empatado tecnicamente com Marcio França, do PSB.

Biografia política

Filho de Maria Ivete Castro Boulos e Marcos Boulos, ambos médicos infectologias, Guilherme Boulos nasceu em 1982 na capital paulista.

Aos 15 anos, entrou para o movimento o movimento estudantil aos 15 anos, em 1997.  Aos 18 anos ingressou na Universidade de São Paulo (USP), onde se formou em Filosofia na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Especializou-se em Psicologia Clínica pela PUC-SP e, em 2016, fez um mestrado em psiquiatria na Faculdade de Medicina da USP.

Em 2002, com 20 anos, passou a atuar politicamente no movimento por direito à moradia, o MTST.

Planos para São Paulo

Quer saber mais sobre as propostas de Guilherme Boulos à cidade de São Paulo ? Conheça os planos para as pastas de habitação, saúde, educação, transporte e outros assuntos em sua página oficial.

Eleições 2020

Neste ano, em função da pandemia do novo coronavírus, as eleições municipais que elegerão vereadores e prefeitos em todo o país serão realizadas nos dias 15 de novembro (1º turno) e 29 de novembro (2º turno).