EM ALTA

Monalisa Perrone e CNN são detonadas por chamar protestos de vandalismo

Internautas lembraram a contratação de William Waack para comentar a conduta da jornalista e da emissora

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A jornalista Monalisa Perrone e a cobertura da CNN Brasil dos protestos contra o Carrefour que pediam justiça pela morte de João Alberto, foram duramente criticados nas redes sociais, nesta sexta-feira, 20, após chamarem as manifestações de vandalismo e os manifestantes de vândalos. Internautas lembraram a contratação de William Waack para comentar a conduta da jornalista e da emissora.

Vizinho do João Alberto assassinado no Carrefour conta detalhes do crime

Monalisa Perrone e William Waack
Monalisa Perrone e CNN são detonadas por chamar protestos de vandalismo e internautas relembram contratação de William Waack pela emissora

Monalisa e a CNN qualificaram como “vandalismo” a manifestação de São Paulo, que foi pacífica a maior parte do tempo e no final, um pequeno grupo de pessoas revoltadas depredaram a loja e provocaram fogo dentro da unidade da Pamplona, perto da Avenida Paulista, no centro da capital paulista.

Jornalista da GloboNews se revolta e detona Mourão: ‘Continua matando’

Na cobertura da CNN das manifestações que ocorreram pelo Brasil, a âncora Monalisa Perrone, chamou os que lutam por justiça racial de “vândalos” e os assassinos de João Alberto apenas de “funcionários”.

William Waack foi demitido da Globo após fazer comentários racistas na emissora, sem saber que seu áudio estava sendo transmitido.

O nome da apresentadora, de William Wack e a CNN estão nos trending topics do Twitter, na noite desta sexta-feira.

Tico Santa Cruz anuncia retirada de produtos do Carrefour e web pede mais

“Monalisa Perrone às prateleiras e vitrines não tem sentimentos e família . É compreensível ela trabalha na CNN Brasil, a mesma que contratou o racista William Waack que foi chutado da Globo”, escreveu uma internauta.

“Vandalismo é o cara***, isso se chama revolta, cansaço e mais uma vida preta sendo levada e vocês não fazem absolutamente nada vai tomar no c*”, escreveu Mc Rebecca. “Vandalismo é espancar um homem até a morte, CNN. Que desserviço!”, escreveu um internauta

‘Racismo tirou quem eu mais amava’, diz pai de homem morto no Carrefour

Confira a repercussão: